Pesquisa mostra que 53% dos brasileiros não usam senha no smartphone

Por Wagner Wakka | 28 de Junho de 2018 às 16h16
photo_camera público

A Kaspersky Lab revelou um dado alarmante: 53% dos brasileiros não usam senhas para proteger seus dispositivos móveis. A pesquisa divulgada nesta quinta-feira (28) chamada Not Logging On, But Living On ( “Não apenas conectado, mas vivendo [na rede]”, em tradução livre) mostra também que 21% dos entrevistados não usam soluções contra roubos.

A pesquisa de comportamento do usuário brasileiro na internet mostra ainda que 74% das pessoas disseram usar alguma plataforma mobile, como smartphone e tablet, para se conectar à internet constantemente.

A falta de preocupação do brasileiro com sua própria segurança é algo sério. Outro dado mostra que 43% dos entrevistados também disseram que usam smartphone para transações bancárias, 62% usam para acessar e-mails e 64% entram em redes sociais com seus dispositivos móveis.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Em termos de segurança, a pesquisa ainda mostra que 16% apenas usam algum tipo de programa para encriptar seus dados, impedindo acesso de terceiros em caso de roubo. “Todos nós adoramos nossos dispositivos conectados porque eles permitem acessar informações essenciais de qualquer lugar e a qualquer momento. São itens valiosos nos quais naturalmente os criminosos desejam colocar as mãos, e seu trabalho fica ainda mais fácil porque alguns celulares roubados não têm proteção por senha”, explica Dmitry Aleshin, vice-presidente de marketing de produtos da Kaspersky Lab.  

Além de tudo, 47% dos brasileiros entrevistados disseram que não fazem backup de seus dados, nem mesmo usando programas básicos como os sistemas de nuvem da Google ou Apple.

Colocar uma senha no aparelho é importante para barrar o primeiro acesso de pessoas mal intencionadas para pegar seus dados. Entendendo que uma senha possa ser um entrave para toda vez que se tenta verificar algo no device, fabricantes de smartphones estão aprimorando os modos de desbloqueio com leitor de digital e reconhecimento facial, por exemplo.

Caso você queira saber mais como pode melhorar a segurança de seu aparelho, o Canaltech tem algumas dicas com medidas simples que tornam seus dados menos acessíveis a pessoas mal intencionadas.

Fonte: Kaspersky

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.