Especialistas dão dicas de como proteger suas contas na internet

Por Wagner Wakka | 25 de Junho de 2018 às 08h22
Khakimullin/Depositphotos

Quando as tecnologias começam a avançar na internet, hackers e criminosos também evoluem as formas de invadir os computadores e instalar programas que podem reter informações ou mesmo roubar dinheiro de usuários.

Para saber como evitar cair em um roubada na rede, a Fox conversou com alguns especialistas do meio e levantou dicas para ficar mais protegido no ambiente digital.

O primeiro passo é tentar sempre manter seus aparelhos o mais atualizados possível. Embora possa ser pedante esperar alguns demorados updates do Windows, eles servem também para melhorar a segurança e privacidade de seu computador. Junto nessa leva, é importante ter em mente que seu firewall deve estar sempre ligado e com alto nível de segurança.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Uma outra dica é criptografar todos os dados do seu HD. Isso quer dizer que você vai transformar essas informações em um sistema codificado, cuja chave somente você tem. Para isso, existe uma série de ferramentas que podem ajudá-lo. Um programa recomendado pelos especialistas é o BitLocker, ferramenta da Microsoft que já vem instalada nas versões mais recentes do Windows. Vale lembrar que ter os dados criptografados pode fazer com que seu PC demore mais para acessar esses arquivos.

As dicas seguem para algumas boas práticas para utilização de dispositivos móveis. A primeira delas é nunca confiar em conexões Wi-Fi públicas. Isso porque alguns criminosos aproveitam a falta de segurança e privacidade desses ambientes para invadir aparelhos conectados a eles. Geralmente, criminosos roubam dados de usuários criando redes fakes para as quais algumas pessoas enviam informações pessoais como senhas de e-mail. Caso você precise muito se conectar a uma rede de faculdade, café ou aeroporto, você pode usar um app de VPN para garantir a segurança, criando, assim, a sua própria rede privada.

Ainda falando em smartphones e tablets, outra dica é tomar cuidado com os aparelhos que você descarta. Sempre antes de jogar fora, ou mesmo revender um produto para outra pessoa, é importante apagar tudo que estava naquele dispositivo.

Vale tomar cuidado com o modo como você utiliza seu dispositivo. Evite senha de desbloqueio do seu aparelho por padrão na tela. Isso é, aquele em que você faz um desenho para liberar o dispositivo. Este formato é facilmente decorável e o menos seguro. Se seu dispositivo tem desbloqueio por leitores de face ou mesmo digital, opte por esses formatos que não podem ser decorados por pessoas mal-intencionadas.  

Por fim, os especialistas recomendam que você sempre tenha senhas fortes para suas contas principais, isto é, e-mail, redes sociais e apps de banco. Evite ter a mesma palavra para todos os serviços. Caso você tenha dificuldade em decorar várias chaves, pode optar por um programa que gerencia todas as senhas que você possui.

Além disso, caso o serviço ofereça, opte por uma verificação em dois passos. Ou seja, quando você colocar a sua senha em um serviço, ele ainda pede uma segunda confirmação por outra via, geralmente enviado um código para seu celular ou e-mail.

Fonte: Fox

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.