Fim de uma era: Yahoo Respostas encerra as atividades nesta terça-feira (4)

Fim de uma era: Yahoo Respostas encerra as atividades nesta terça-feira (4)

Por Felipe Gugelmin | Editado por Claudio Yuge | 03 de Maio de 2021 às 22h40

Conhecido por ter gerado uma dose generosa de memes e por servir como inspiração para a criação de serviços como o Quora, o Yahoo Respostas chega ao fim oficialmente nesta terça-feira (4). Inaugurado oficialmente em 2005, o serviço vai ter todo seu arquivo retirado do ar e sua URL vai passar a direcionar à página inicial do Yahoo a partir da data estabelecida pela empresa.

A decisão foi anunciada pela companhia no início de abril e, desde o dia 20 do mês passado, já não é mais possível adicionar novas perguntas e respostas à plataforma. O Yahoo promete deixar que usuários façam o backup de todos os dados que adicionaram ao serviço a partir do dia 30 de junho deste ano, mas não será possível fazer download de questões e respostas inseridos por outras pessoas.

Em um comunicado enviado aos usuários, o Yahoo afirmou que encerrou o Respostas como forma de focar recursos em outros produtos que servem melhor à sua comunidade. A empresa também explicou que o sistema perdeu popularidade com o passar dos anos conforme as necessidades de seus usuários mudaram.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Clima de despedida

Ao acessar o Yahoo Respostas em seus últimos momentos, a maioria das perguntas e respostas disponíveis em sua página inicial possuem tons de despedida. Além de uma série de mensagens lamentando o fim do serviço, há sugestões de redes alternativas e pessoas se passando como funcionários da empresa prometendo que a decisão de fechamento não passava de uma brincadeira.

Imagem: Captura de Tela/Canaltech

Entre os elementos que levaram ao fim do Yahoo Respostas está o próprio desenvolvimento da internet, que se desenvolveu com a melhoria dos navegadores e o surgimento de ferramentas como o Wikipédia. A promessa da companhia é que o encerramento da plataforma não trará qualquer mudança na conta dos usuários, tampouco na maneira como outros serviços são utilizados.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.