Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Engenheira tem 7,4 mil abas abertas no Firefox há mais de 2 anos

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 06 de Maio de 2024 às 16h01

Link copiado!

Rubaitul Azad/Unsplash
Rubaitul Azad/Unsplash
Tudo sobre Mozilla

Uma engenheira de software dos Estados Unidos mantém incríveis 7.470 abas abertas no navegador Mozilla Firefox há mais de dois anos em seu Mac. O caso veio à tona quando a profissional usou uma rede social para apontar que a sessão do navegador não havia sido restaurada, o que resultou na perda temporária de todas as guias — contudo, ela conseguiu resolver o problema e segue com quase 7,5 mil abas abertas no navegador da raposinha.

Perdido, mas restaurado

O processo de deixar mais de 7.400 abas abertas no navegador pode parecer estranho, mas, na opinião da profissional, tudo era praticamente uma “parte” dela. Contudo, ao notar que o Firefox não restauraria a sessão, Hazel (pseudônimo usado pela engenheira) foi ao X (antigo Twitter) comentar de maneira frustrada sobre a situação.

Continua após a publicidade

"O Firefox se recusa a restaurar a sessão que eu estive mantendo por mais de 2 anos", escreveu. "Mais de 7 mil abas sendo drenadas."

Mais de mil respostas surgiram para tentar ajudar de alguma maneira. Após finalmente conseguir rever suas guias, Hazel voltou à rede social para agradecer a todos que ajudaram. “Sinto que uma parte de mim foi restaurada”, escreveu.

O principal motivo de manter tanto conteúdo no browser é nostalgia, segundo a engenheira de software. “Gosto de fuçar e ver grupos de guias de meses atrás — é como uma viagem pela memória sobre tudo o que eu estava fazendo/aprendendo/pensando”, comentou.

Pelo que foi publicado por Hazel, é possível compreender que ela desliga o computador constantemente e faz uso da opção de "restaurar sessão" do Firefox, que reinicia todas as abas abertas quando o navegador foi fechado pela última vez.

É mais leve do que parece

Outro ponto de destaque é que a experiência da profissional com o navegador a fez aprender mais sobre o desempenho do Firefox. Segundo Hazel, “o impacto [de tantas abas abertas] na memória [RAM do computador] é marginal; o arquivo de sessão que contém as informações da guia tem apenas cerca de 70 MB, e o Firefox só carrega uma guia na memória se alguém a abriu recentemente”, registrou.

Enquanto o Firefox parece aguentar mais de 7.400 abas sem comprometer o funcionamento da máquina — e vale apontar que ela não mencionou nas respostas qual a configuração do seu computador —, o Google lançou uma função que usa IA para organizar as guias, mas só nos Estados Unidos por enquanto.