Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Carlo Acutis | Padroeiro da Internet tem novo milagre reconhecido pelo Papa

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 28 de Maio de 2024 às 18h40

Link copiado!

Dobroš/Wikimedia Commons
Dobroš/Wikimedia Commons

O Papa Francisco reconheceu mais um milagre de Carlo Acutis, conhecido como “Padroeiro da Internet”, após a cura de uma mulher costarriquenha em 2022. A informação foi divulgada em decreto do Papa no último dia 23, de acordo com o site Vatican News, e abriu caminho para que o Beato seja santificado pela Igreja Católica.

Acutis nasceu em Londres em 1991, mas cresceu e permaneceu na Itália até sua morte, em 2006, com apenas 15 anos de idade, vítima de uma leucemia fulminante. O jovem dedicou muito tempo para a devoção à Igreja Católica na internet, ganhou fama entre os religiosos por isso e já teve dois milagres reconhecidos pelo Papa — um deles no Brasil. Por conta disso, pode se tornar o primeiro "Santo Millenial" da instituição religiosa.

O Padroeiro da Internet

Continua após a publicidade

Carlo Acutis cresceu em Milão, na Itália, e tornou-se devoto da Virgem Maria após realizar a primeira comunhão na Igreja Católica. Além da fé, o jovem tinha muito interesse em ciência da computação, o que o levou a aprender sobre o tema por conta própria através de livros e pesquisas. 

Para combinar os dois interesses, o jovem criou um site para evangelizar pessoas pela internet e catalogar milagres de conhecimento público — daí o nome “Padroeiro da Internet”. Acutis faleceu no dia 12 de outubro de 2006, mas deixou um grande legado no catolicismo para outros devotos. 

Seu corpo foi enterrado na cidade de Assis, na região de Umbria, na Itália. Em 2019, foi exumado e está exibido no Santuário do Despojamento da cidade italiana, trajando roupas comuns para um adolescente, e atrai a visita de fiéis.

Os dois milagres

Carlo Acutis foi beatificado em 2020 por causa de um milagre ocorrido no Brasil, na cidade de Campo Grande-MS. O segundo milagre ocorreu em 2022 e foi reconhecido pelo Papa em maio deste ano.

Milagre no Brasil

Carlo Acutis nunca visitou o país, mas conseguiu operar um milagre no Brasil. Em 2010, o menino Matheus, que sofria de pâncreas anular — uma malformação rara que impede que uma pessoa consiga digerir alimentos sólidos de forma adequada — foi curado após influência do Padroeiro da Internet.

Continua após a publicidade

O padre Marcelo Tenório, da Paróquia São Sebastião, foi à Itália e trouxe um pedaço de roupa com sangue de Acutis, exposto numa missa em homenagem ao Beato. Matheus teve contato com o tecido e, a partir desse momento, não teve mais os sintomas da doença. Após alguns exames, médicos constataram que ele estava curado.

O episódio foi reconhecido pelo Papa Francisco como um milagre e o Sumo Pontífice beatificou Carlo Acutis em 2020.

Milagre na Costa Rica

O segundo milagre foi a cura de uma mulher costarriquenha chamada Valeria, que sofreu um acidente de bicicleta em Florença, na Itália, quando estudava na universidade local. A vítima teve traumas severos na cabeça e precisava de uma cirurgia delicada para remover uma parte do osso occipital e conseguir diminuir a pressão no cérebro — os médicos apontavam que o procedimento era difícil e com poucas chances de sobrevivência.

Continua após a publicidade

Liliana, mãe de Valeria, foi para a tumba de Carlo Acutis em Assis, deixou uma carta e começou a rezar para o Beato. Num intervalo de dez dias, Valeria voltou a respirar sem a ajuda de aparelhos, recuperou a fala e se livrou da hemorragia.

O Papa Francisco reconheceu o ato como um milagre no dia 23 de maio, e agora Carlo Acutis pode virar Santo pela Igreja Católica. De acordo com a agência Reuters, a decisão aumentou o número de visitantes na tumba na Itália. Para continuar o processo de canonização, o Sumo Pontífice vai convocar um Consistório de Cardeais para discutir o tema, de acordo com o Vatican News.

Fonte: Vatican News