Elon Musk quer construir trens que ultrapassam os 1.000 km/h

Por Redação | 19 de Janeiro de 2015 às 10h05

O bilionário e fundador da Tesla Motors, Elon Musk, afirmou em seu perfil no Twitter que quer criar um dos meios de transporte mais ambiciosos do século. Trata-se do Hyperloop, um poderoso trem pneumático que faria viagens mais rápidas do que qualquer trem-bala existente, podendo ultrapassar a marca dos 1.000 km/h.

Alguns especialistas afirmam que o projeto pode funcionar, mas é necessário um grande investimento. Este parece não ser um problema para Musk, que afirmou que irá construir uma pista de teste com 8 km de extensão. "Vou construir uma pista de testes do Hyperloop para empresas e equipes de estudantes testarem seus pods, muito provavelmente no Texas", afirmou o bilionário em seu microblog.

Quando divulgou a ideia do Hyperloop em 2013, Musk não tinha nenhum plano de construir alguma estrutura para efetivar o projeto. Na época, o CEO da Tesla Motors, que também comanda a SpaceX (empresa de exploração espacial), focou em seus empreendimentos já existentes. No entanto, o executivo já havia declarado que estava "tentado a pelo menos criar um protótipo de demonstração".

A partir de então, uma empresa chamada JumpStartFund criou uma subsidiária somente para trabalhar no projeto do Hyperloop. A equipe presente na filial conta com cerca de 100 engenheiros que trabalham em grandes empresas como Airbus, Boeing, NASA, entre outras. Os profissionais passam o tempo livre discutindo qual a melhor maneira de tornar os trens pneumáticos em algo real. Além dos engenheiros, o pessoal ainda conta com um grupo de 25 estudantes da Universidade da Califórnia, que é encarregado de criar soluções de design para o novo meio de transporte. Abaixo você pode ver como os estudantes imaginam o projeto:

Hyperloop
Hyperloop

No projeto inicial de Musk, o sistema utilizará cápsulas (ou pods) de alumínio que trafegam por tubos de aço elevados a uma velocidade de até 1.200 km/h. Para se ter uma ideia da dimensão desta velocidade, nos Estados Unidos, os trens mais rápidos chegam a 240 km/h.

Para conseguir obter essa velocidade e certa medida de conforto para os passageiros, o Hyperloop usaria dois tubos - uma para cada direção - soldados entre si. Painéis solares seriam encarregados de proporcionar a maior carga de energia necessária para as cápsulas. Cada uma das cápsulas utilizaria um compressor de ar movido a bateria na parte frontal, que transfere o ar de alta pressão da frente para a traseira do veículo. Para se manter em uma altura segura do chão, o Hyperloop utiliza rolamentos pneumáticos em vez de levitação magnética.

Apesar da ideia como um todo parecer bastante amadurecida, há questões que podem inviabilizar o projeto. A criação de algo do gênero exigirá um grande comprometimento não só de Musk e da equipe de engenheiros, mas do governo para implantar novas estruturas regulatórias para tornar o transporte mais seguro.

Para nós, resta apenas esperar pacientemente se algo tão interessante e curioso sairá do papel ou não.

Fonte: http://gizmodo.uol.com.br/elon-musk-pista-hyperloop/

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.