Inteligência artificial identifica 23 dialetos em finlandês

Inteligência artificial identifica 23 dialetos em finlandês

Por Gustavo Minari | Editado por Douglas Ciriaco | 17 de Dezembro de 2021 às 19h00
twenty20photos/Envato

Pesquisadores da Universidade de Helsinque, na Finlândia, desenvolveram um modelo de inteligência artificial (IA) capaz de detectar dialetos finlandeses automaticamente. Eles conseguiram “ensinar” o computador a entender as diferentes variações linguísticas presentes no mesmo idioma.

Atualmente, o sistema utilizado na computação compreende apenas o padrão normativo da língua, conhecido como kirjakieli. Isso acaba dificultando a interação com as máquinas, já que é praticamente impossível manter uma comunicação sem pronunciar palavras referentes a um ou mais dialetos.

“Com o nosso método, para dizer akku on lopussa (a bateria está fraca), um sistema inteligente poderia falar akku on lopussa, no dialeto Etelä-Karjala, akku ol lopus no dialeto Etelä-Satakunta, ou ainda akku o lopus na variação Länsi-Uusimaa”, explica o pesquisador Mika Hämäläinen, autor principal do estudo.

Fluência verbal

A técnica desenvolvida pelos cientistas consegue converter 23 subdialetos finlandeses para o idioma padrão. Com isso, além de compreender a língua oficial do país, os computadores também são capazes de se expressar utilizando as diversas variações linguísticas faladas em qualquer região da Finlândia.

Sistemas tradicionais, como o Google Tradutor, têm dificuldades para interpretar uma frase dialetal em finlandês porque eles foram programados para funcionar exclusivamente com a língua padrão. Esses tradutores, em geral, não conseguem diferenciar variantes que, mesmo sutis, podem modificar todo o sentido da fala.

“O processo de normalizar dialetos para texto padrão tem muitos benefícios. Ele permite analisar textos em dialetos usando ferramentas para o finlandês comum, e também podemos utilizar a versão normalizada como um item de pesquisa quando queremos encontrar algo nos materiais dialetais”, diz o especialista em IA Khalid Alnajjar, coautor do estudo.

Áudio e texto

A ferramenta desenvolvida pelos pesquisadores consegue detectar variações idiomáticas escritas e faladas com a mesma eficiência. A inteligência artificial identifica os dialetos usando o áudio das conversas, o que facilita a compreensão de palavras pronunciadas com propriedades fonéticas distintas.

IA detecta dialetos em áudio e texto (Imagem: twenty20photos/Envato)

Segundo os cientistas, nenhum modelo artificial pode entender a linguagem natural como os humanos fazem, mas esse sistema de IA viabiliza a utilização das diferenças sintáticas, sem abrir mão da referência padrão do idioma e de toda a riqueza regional inserida nos parâmetros estabelecidos de comunicação.

“Com isso, podemos melhorar o estado atual das soluções de processamento de linguagem natural finlandesa e construir modelos de IA sob medida para indivíduos. Por exemplo, já alcançamos resultados impressionantes no reconhecimento de fala de uma pessoa, mesmo em línguas ameaçadas de extinção”, encerra o pesquisador Niko Partanen, outro coautor do estudo.

Fonte: Universidade de Helsinque

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.