Publicidade

Google suspende criação de imagens de pessoas no Gemini

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 22 de Fevereiro de 2024 às 11h42

Link copiado!

Douglas Ciriaco/Canaltech
Douglas Ciriaco/Canaltech
Tudo sobre Google

Devido à imprecisão histórica ao gerar imagens de pessoaas o Google decidiu interromper esse recurso na IA generativa Gemini. Após o lançamento do chatbot, diferentes casos de criação de figuras com erros em termos de precisão étnica foram relatados nas redes sociais, como imagens de indivíduos negros trajados como soldados nazistas.

Enquanto trabalha em aprimorar a ferramenta, a Gigante de Buscas avisou sobre a pausa pelas redes sociais.

“Já trabalhamos para resolver problemas recentes com o recurso de geração de imagens do Gemini. Enquanto fazemos isso, pausaremos a criação de imagens de pessoas e relançaremos uma versão melhorada em breve”, relatou o Google.

Continua após a publicidade

Pausa veio após pedido de desculpas

A decisão de suspender o recurso veio 24 horas após a Big Tech se desculpar publicamente no X (antigo Twitter).

“Estamos cientes de que Gemini tem oferecido imprecisões em algumas representações históricas de geração de imagens”, aponta o comunicado do Google.

“Trabalhamos para melhorar esse tipo de representação imediatamente. A geração de imagens de IA do Gemini gera uma ampla gama de pessoas. E isso geralmente é bom porque pessoas ao redor do mundo o usam, mas está errando aqui”, concluiu.

Continua após a publicidade

Mais problemas

Alguns usuários do Gemini nos Estados Unidos solicitaram a geração de imagens de figuras históricas, como os fundadores do país (também conhecidos como “Founding Fathers”), mas acabaram recebendo artes com pessoas de etnias diferentes do que as reais do ponto de vista histórico.

Continua após a publicidade

Este tipo de situação trouxe muitas discussões nas redes sociais, inclusive sobre o fato de que a IA do Google não aceita comandos para gerar imagens baseadas em grupos raciais específicos. Quando alguém pede para fazer isso, uma de suas respostas é que “focar em indivíduos baseado em suas raças pode ser prejudicial e impreciso”, como podemos ver na publicação abaixo.

Se uma pessoa tentar usar a função, receberá a seguinte mensagem do chatbot: “Estamos trabalhando para melhorar a capacidade do Gemini de gerar imagens de pessoas. Esperamos que esse recurso retorne em breve e notificaremos você nas atualizações de lançamento quando isso acontecer.”

O Google não disse quanto tempo levará para melhorar o recurso de criação de imagens de pessoas no Gemini.