Intel apresenta parcerias e soluções em AIoT; 2020 terá mais investimento

Por Felipe Ribeiro | 09 de Março de 2020 às 10h52
Intel Divulgação
Tudo sobre

Intel

Saiba tudo sobre Intel

Ver mais

Se o fim do Carnaval significa uma espécie de segundo ano novo para o brasileiro, podemos dizer que o mundo da tecnologia já chegou com tudo para trazer mais novidades aos consumidores e empresas. Uma das gigantes do setor, a Intel, reservou algum tempo na última quarta-feira (04) para apresentar alguns de seus projetos e intenções para este e os próximos anos.

De acordo com a companhia, muito será feito no campo da AIoT, a Inteligência Artificial das Coisas. Em apresentação para a imprensa comandada por Gissele Ruiz Lanza, diretora-geral da Intel no Brasil, foram mostradas algumas situações em que a empresa já está com forte investimento e parcerias firmadas, como nas áreas de saúde, mobilidade urbana, cidades inteligentes e logística.

Segundo Gissele, a Intel está animada com a possibilidade de crescimento que o Brasil pode ter em 2020, sobretudo depois das reformas que foram e serão feitas, por isso a empresa também já pensa nos investimentos não apenas em computadores com grandes fabricantes, mas também com parceiros mais diretos.

Imagem: Intel

"Em linhas gerais, temos uma perspectiva positiva para o ano. O PIB cresceu mais do que imaginávamos e há muitos fundamentos para acreditar que teremos um bom ano. Quando falamos de tecnologia, em específico, a palavra é desafio. Apesar de termos boas perspectivas por aqui, a situação imposta pelo Coronavírus pode mexer bastante com o mercado. Mas estamos preparados", avaliou a executiva em entrevista ao Canaltech.

IA na saúde

A primeira parte da apresentação trouxe uma situação curiosa e que fora explicada por Guilherme Rabello, gerente comercial e de inteligência de mercado do InCor (Instituto do Coração do Hospital das Clínicas), um dos mais renomados hospitais públicos de São Paulo. Ele explicou como o hospital está fazendo uso dos processadores Intel e da Inteligência Artificial para auxiliar médicos e enfermeiros na UTI e demais áreas do InCor.

Imagem: InCor

A Intel, o InCor e a Fundação Zerbini usarão um espaço estratégico em um dos andares do hospital para instalar e experimentar as novas tecnologias de processamento de dados sem fio e de tecnologia da Intel para melhorar os processos de trabalho e os fluxos de trabalho das equipes de atendimento ao paciente e experiências de pacientes e familiares.

Um dos exemplos mostrados foi o da caixa de medicamento inteligente. Que é capaz de marcar a dosagem e qual remédio o paciente deve tomar, sempre por meio do machine learning e da inteligência artificial, que "aprende" todos os comandos durante a rotina dos pacientes e profissionais da saúde no local.

Semáforo inteligente

Outra solução apresentada pela Intel foi mostrada por um de seus parceiros, a Seebot. A companhia é especializada em soluções para cidades inteligentes, como câmeras de vigilância, alerta para pedestres e, claro, semáforos inteligentes.

Imagem: Prefeitura de Campina Grande

De acordo com Aleksandro Montanha, diretor da Seebot, os processadores da Intel ajudam no processamento das imagens e no envio delas para a central. O exemplo de como o sistema funciona foi o da cidade de Campina Grande, na Paraíba, um dos pilotos que a empresa tem no momento. A expectativa, segundo a Intel e a Seebot, é de expandir esse serviço para cidades maiores em 2020

Teste em Realidade Virtual

O Canaltech teve a oportunidade de testar um sistema similar ao da Seebot e que a Intel também está envolvida, mas na cidade de Las Palmas, na Espanha. A experiência consta no seguinte: utilizamos óculos de realidade virtual para entender como as câmeras da cidade conversam com toda a engenharia de tráfego, segurança, bombeiros e demais serviços públicos.

Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech

No local, pudemos ter visões de diversas lentes, sejam elas posicionadas em câmeras, pontes, prédios e até drones. O operador da câmera, que fica em uma central, pode emitir comandos para os bombeiros, por exemplo, para ajudá-los a chegar até um incêndio ou socorrer alguém em situação de emergência.

Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech

Segundo a Intel, muitos prédios em Las Palmas também contam com esse sistema, o que ajudaria ainda mais em caso de necessidade.

Esse exemplo reforça o que a diretora-geral da Intel no Brasil pensa sobre o foco da empresa e de como o mercado vai reagir este ano. Para Gissele, o consumidor final terá mais contato com esses investimentos do que em outros tempos, pois será beneficiado diretamente por essas melhorias. "Uma das funções da tecnologia é melhorar a vida das pessoas e investir em equipamentos com inteligência artificial, os que mostramos aqui e tantos outros, mostra o direcionamento que queremos dar daqui para frente nesste segmento", comenta.

Soluções para e-commerce

Um dos parceiros que a Intel levou para a apresentação foi a Laurenti, uma empresa especializada em self-checkout e que produz diversas máquinas desse tipo, como as famosas vending machines. Uma das soluções apresentadas pela companhia e que tem a participação da fabricante de semicondutores foram as smart lockers.

Imagem: Felipe Ribeiro

Esses grandes armários inteligentes foram projetados para pessoas que fazem muitas compras online e nem sempre estão disponíveis em casa para recebê-las. Funciona assim: você realiza a compra em um site que, por ventura, disponibiliza esse serviço, e a loja entrega em uma smart locker, que só terá a gaveta desbloqueada por meio de criptografia e desbloqueio facial.

Os lockers contam com processadores da Intel que permitem ter eficiência no processamento e coleta de informações para criação de dados estatísticos sobre os perfis de usuários, compras e produtos comercializados por meio desses armários.

Mais soluções para 2020

De acordo com a Intel, mais produtos e soluções devem aparecer em 2020 com o aporte tecnológico da empresa. Além dos setores citados acima, devemos ver novidades na área automotiva, segurança, industrial, serviços e transporte.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.