Empresa chinesa lança leitor biométrico “full-screen” para telas LCD

Empresa chinesa lança leitor biométrico “full-screen” para telas LCD

Por Ramon de Souza | 21 de Julho de 2020 às 20h45
Reprodução/Google Imagens

Leitores de impressões digitais localizados abaixo do display já viraram moda no mercado de smartphones — vários aparelhos top de linha (e até mesmo alguns intermediários) já oferecem essa tecnologia, unificando o sensor biométrico com a tela do gadget.

Porém, na maioria das vezes, a área útil do leitor ainda é um tanto diminuta, o que significa que o usuário precisa posicionar seu dedo em um ponto específico para que o sistema consiga identificá-lo. Felizmente, tudo indica que esse cenário está prestes a mudar.

De acordo com o jornal asiático MyDrivers, a empresa chinesa Tianma acaba de concluir o desenvolvimento do primeiro leitor biométrico “full-screen” do mercado. Batizada de TED Finger Print (TFP), a tecnologia é capaz de transformar um painel LCD inteiro em uma superfície sensorizada — ou seja, você poderá tocar em qualquer ponto da tela para ter as suas impressões digitais reconhecidas, agilizando bastante o processo de autenticação.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Divulgação/Tianma

O mais interessante é que, além de incluir a tela toda, o sensor da Tianma também é multiponto, sendo capaz de reconhecer dois ou mais dedos ao mesmo tempo, posicionados em pontos diferentes da tela. Isso abre um leque de opções para a experiência do usuário, como a possibilidade de desbloquear um app ou documento específico ao simplesmente tocar nele com a impressão digital devida.

Divulgação/Tianma

Representantes da Tianma explicam que a tecnologia pode ser usada não apenas para smartphones, mas também para outras aplicações que demandem um nível maior de segurança no processo de autenticação (máquinas de autoatendimento bancário, por exemplo). A marca afirma que o TFP já está pronto para uso comercial e que amostras foram enviadas para algumas empresas globais do mercado tecnológico.

Fonte: Gizchina

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.