Dispositivo eletrônico substitui o café para manter alguém acordado

Dispositivo eletrônico substitui o café para manter alguém acordado

Por Gustavo Minari | Editado por Douglas Ciriaco | 14 de Junho de 2021 às 19h40
Reprodução/ElectroCore

Você costuma tomar aquele “balde de café” quando precisa ficar acordado por muitas horas sem pregar o olho? Pensando em todos os efeitos colaterais que o consumo em excesso desse líquido precioso pode causar, a empresa norte-americana ElectroCore criou um dispositivo que promete manter o usuário acordado com a estimulação do nervo vago.

O gadget, que tem o tamanho de um aparelho de barbear comum, pode ser usado na região do pescoço. Chamado de gammaCore, ele envia rajadas vibratórias de eletricidade de baixa voltagem com duração de um milissegundo para estimular o nervo, um dos mais longos nervos cranianos, liberando as substâncias químicas responsáveis pelo estado de alerta.

“Muitos pensavam que estimular o nervo vago sem agulhas ou cirurgia era algo impossível antes que a tecnologia fosse inventada, há quase uma década. Nós provamos que isso pode ser feito por meio de um aparelho portátil, que pode ser manuseado por qualquer pessoa”, diz o diretor Peter Staats, cofundador da electroCore.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

gammaCore usado para estimular o nervo vago (Imagem: Divulgação/electroCore)

Sem dormir

A privação do sono por um período prolongado pode causar problemas crônicos de saúde. Além do cansaço físico, a pessoa que não consegue dormir tem alterações gradativas de humor e quedas consideráveis na capacidade de concentração, levando a um estado constante de sonolência.

Alguns profissionais, como médicos e soldados, que têm que se manter alertas durante longos períodos com jornadas de trabalho baseadas em plantões, recorrem a estimulantes químicos para continuarem acordados e produtivos sem precisar tirar uma soneca durante os intervalos.

O problema é que remédios, estimulantes, inclusive o café, possuem efeitos colaterais como ansiedade e dores de cabeça. Essas substâncias também podem causar dependência e, depois de um certo tempo, o organismo cria tolerância a elas, fazendo com que seja necessário ingerir doses maiores para ter um resultado parecido.

Rebite tecnológico

Estudos envolvendo a estimulação elétrica do nervo vago para prevenir convulsões em pessoas com epilepsia são realizados desde o final da década de 1980. Relatos também mostram que esse tipo de estímulo melhora a função cognitiva e ameniza problemas de depressão e enxaqueca.

Para provar que o gammaCore poderia ser usado para manter as pessoas acordadas por mais tempo, os pesquisadores testaram o dispositivo em 40 membros da ativa da Força Aérea dos EUA. Os soldados que receberam o estímulo no nervo vago permaneceram acordados por 34 horas consecutivas, sem apresentar sinais de fadiga.

Os combatentes que usaram o gammaCore também tiveram um desempenho melhor nos testes de estado de alerta e na capacidade para realizar várias tarefas ao mesmo tempo com mais energia. Os efeitos da estimulação do nervo vago tiveram uma duração média de aproximadamente 19 horas após o uso do aparelho.

"É empolgante para nós que eles não apenas tenham um desempenho melhor, mas também que eles percebam esses resultados melhores e se sintam menos cansados e mais ativos para desempenhar suas funções ", afirma o engenheiro biomédico da Força Aérea dos EUA Richard McKinley, coautor do estudo.

Os pesquisadores querem ampliar o campo de estudo para além dos quartéis, com pessoas comuns que sofrem com dificuldades para se manterem alertas por longos períodos sem prejuízos para a saúde. A biomedicina eletrônica pode ser uma alternativa promissora ao utilizar a eletricidade no tratamento de doenças autoimunes e também para aliviar os efeitos de uma noite em claro.

Fonte: Scientific American

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.