Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

China descobre niobobaotita, novo mineral para revolucionar baterias

Por| Editado por Luciana Zaramela | 20 de Outubro de 2023 às 10h38

Link copiado!

Mika Baumeister/Unsplash
Mika Baumeister/Unsplash

Pesquisadores chineses descobriram um novo mineral que promete revolucionar as baterias. Trata-se da niobobaotita, que contém bário, nióbio, titânio, ferro e cloro e é considerada o 13º mineral recém-descoberto desde o estabelecimento do sistema geológico nuclear do país em questão.

O nióbio, presente neste mineral, é um metal forte e prateado usado em ligas para fabricação de peças de motores a jato e foguetes, e também tido como um componente essencial em semicondutores. É encontrado em abundância principalmente no Brasil e no Canadá.

Cerca de 85% a 90% do nióbio no mundo é usado para a produção de ferro e aço — que, por sua vez, pode aumentar mais de 30% de resistência adicionando 0,03% a 0,05% de nióbio.

Continua após a publicidade

Conforme apontam os pesquisadores responsáveis pela descoberta, o nióbio é um supercondutor com propriedades excepcionais de condução de corrente em baixas temperaturas. Também é amplamente utilizado em áreas de diagnóstico médico, como em aparelhos de ressonância magnética e espectrômetros de ressonância magnética nuclear.

Com a nova descoberta de niobobaotita, a China não precisará importar nióbio num futuro próximo. Atualmente, o país importa 95% das suas necessidades de nióbio.

Assim, o grupo responsável por achar o minério alegou em entrevista que “a descoberta é significativa para a China, uma vez que a maior parte do nióbio que o país utiliza na indústria siderúrgica é importada”. A equipe alega que, dependendo do volume e da qualidade deste nióbio, a China pode se tornar autossuficiente.

Novo mineral

O nióbio obtém sua raridade pela propriedade de ser um elemento bastante denso. Em paralelo, o grupo anunciou que o minério mineral já recebeu sua classificação da Commission on New Minerals, Nomenclature and Classification (CNMNC, que pode ser traduzida como Comissão de Classificação e Nomenclatura de Novos Minerais) da Associação Mineralógica Internacional Mineralogical Association (IMA) com número de aprovação oficial 2022-127a.

"A niobobaotita foi encontrada dentro do minério de ferro de terras raras de nióbio no distrito de mineração de Bayan Obo em Baotou, Mongólia Interior, China, com coloração marrom a preta e formato de placa", aponta a equipe da China National Nuclear Corporation (CNNC).

"A descoberta e o estudo de novos minerais são importantes para a exploração de fenômenos desconhecidos na natureza. O Instituto de Pesquisa de Geologia em Urânio (BRIUG) da CNNC estabeleceu um sistema para pesquisa mineral e fez avanços contínuos no campo da pesquisa mineral", ressalta a equipe. Além desse novo mineral que promete revolucionar as baterias, a equipe conta que liderou a descoberta de outros 11 novos minerais anteriormente.

Continua após a publicidade

Mineral na Lua

Em 2022, uma equipe de pesquisadores do Instituto de Pesquisa de Geologia em Urânio descobriu um mineral lunar em meio a amostras coletadas pela missão Chang’e 5. A espécie de cristal transparente e incolor recebeu o nome Changesite-(Y). No mesmo ano, a CNMNC reconheceu e aprovou oficialmente a descoberta do Changesite-(Y).

Fonte: China National Nuclear Corporation, Interesting Engineering, South China Morning Post