Acadêmicos criam versão da Tabela Periódica com tecnologias disruptivas

Por Carlos Dias Ferreira | 07 de Agosto de 2018 às 18h03

Eis aqui uma bela ajuda para manter um registro das principais inovações que ditam – ou pretendem ditar – os rumos da ciência. Acadêmicos da Imperial Tech Foresight, pertencente ao Imperial College London, acabam de bolar uma versão da conhecida Tabela Periódica dos Elementos focada em listar as principais tecnologias disruptivas atualmente em discussão.

Entre os 100 projetos/teorias listados, há de um tudo: desde técnicas mais mundanas, atualmente em curso, até o tipo de coisa que você esperaria encontrar em Fringe ou Arquivo X. Vai-se, dessa forma, da agricultura vertical e das criptomoedas até a controversa energia de ponto zero e algo identificado apenas como “Não podemos falar sobre isso no momento”.

Eis como a tabela é organizada. Enquanto o eixo vertical (Y) elenca o potencial disruptivo da tecnologia em questão, o eixo horizontal (X) mostra em quanto tempo o conceito deve se tornar uma realidade. Em relação às cores, o verde indica algo já em uso; já os blocos amarelos são algo para algum momento dos próximos 20 anos; os vermelhos são propostas para mais de duas décadas; e, por fim, a cor cinza identifica o tipo de coisa “altamente improvável, mas não impossível”.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Cada uma das tecnologias também aparece associada a um número, o que identifica um exemplo do conceito posto em teste (quando for o caso), conforme listagem anexa do ITF – na qual se veem nomes como Amazon, Google/Alphabet, NASA e Tesla.

Do mundano à ficção científica, a versão da Tabela Periódica da Imperial Tech Foresight parte de ideias como criptomoedas e veículos autônomos, fechando em conceitos como telepatia e "Não podemos falar sobre isso". (Imagem: reprodução/Imperial Tech Foresight).

Wikipédia e Post-its

A despeito da falta de crédito normalmente associada à Wikipédia, a ideia de uma Tabela Periódica das Tecnologias Disruptivas surgiu depois que Richard Watson e Anna Cupani encontraram uma listagem semelhante em uma página da enciclopédia virtual. O próximo passo foi organizar tudo em Post-its, até chegar à versão definitiva (a mesma da imagem acima).

Segundo Maria Jeansson, uma das acadêmicas que trabalhou no projeto, a ideia foi representar graficamente alguns dos principais conceitos discutidos pela comunidade científica atualmente. “Algumas organizações corporativas tem utlizado [a Tabela Periódica das Tecnologias Disruptivas] em workshops, a fim de mostrar os pontos em que eles deveriam focar as atenções”, disse Jeansson em entrevista ao site Business Insider.

“Em alguns casos, eles viam algo e diziam ‘Nós não imaginávamos que isso pudesse nos impactar”, ela conta. A versão completa da tabela – com todas as notas e indicações de leitura – pode ser conferida no site oficial do Imperial College London.

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.