Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

8 robôs-humanoides com nome e aparência de pessoas

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 17 de Julho de 2022 às 15h30

Link copiado!

Engineered arts
Engineered arts

Há tempos os filmes distópicos fantasiam com robôs vivendo entre os humanos e parece que isso está cada vez mais próximo de se tornar real. Essa robotização da vida aparece como possibilidade graças especialmente ao surgimento de robôs humanoides capazes de interagir, expressar emoções e fazer movimentos extremamente complexos.

O Canaltech preparou uma lista com oito robôs extremamente reais que de alguma forma já estão por aí. Confira:

8. Ameca

Continua após a publicidade

Criada pela empresa britânica de robótica Engineered Arts, Ameca é um robô-humanoide que chama atenção pelas suas expressões faciais extremamente realistas e pela sua capacidade rápida de resposta e conversa. Ela foi apresentada na CES 2022 e conta com 17 motores individuais na cabeça, construídos a partir de scans 3D internos de pessoas reais.

7. Sophia

Sophia foi criada pela empresa de engenharia e robótica Hanson Robotics, sediada em Hong Kong, na China, e é conhecida por ser o robô que prometeu destruir os humanos. Ela é capaz de demonstrar expressões faciais e diversos sentimentos, além de contar com um tempo de resposta rápido e movimentos labiais que condizem com as palavras ditas.

6. Geminoid DK

O GeminoidDK é um robô-humanóide ultrarrealista que resultou de uma colaboração entre a empresa de animatrônica japonesa Kokoro e o professor e pesquisador da Universidade de Osaka Hiroshi Ishiguro. A ideia da dupla era entender melhor a interação humano-computador, e o GeminoidDK é quase um irmão gêmeo do professor dinamarquês Henrik Scharfe.

Continua após a publicidade

5. Bina48

A BINA48 foi desenvolvida pela Hanson Robotics e é conhecida por ser o primeiro robô-humanoide a dar aulas em uma universidade depois de ser convidada pela Academia Militar de West Point, nos Estados Unidos. O robô, constituído por um busto e quase uma réplica da ativista Bina Aspen Rothblatt, também é capaz de conversar sobre diversos assuntos, incluindo questões existenciais.

4. Nadine

Continua após a publicidade

Nadine é um robô-humanoide com amplas habilidades sociais criado pela Universidade Tecnológica de Nanyang, em Singapura. A sua finalidade é servir como um "robô social" para aqueles que necessitam de companhia ou de uma assistente. A aparência de Nadine foi inspirada na cientista da computação suíça Nadia Magnenat Thalmann.

3. Jia Jia

Considerado o primeiro robô-humanoide chinês, Jia Jia foi criada pela Universidade de Ciência e Tecnologia da China. Jia conta com habilidades de interação e respostas precisas — mesmo que um pouco lentas — e tem uma aparência extremamente real, porém com gestos e expressões ainda bastante mecânicos.

Continua após a publicidade

2. Junco Chihira

O robô Junco Chihira foi desenvolvido pela empresa japonesa Toshiba em parceria com diversas universidades do Japão como parte de um esforço do país para as Olimpíadas de Tóquio de 2020. Atualmente, ele pode ser encontrado em centros de informações turísticas em Tóquio e outras cidades. Comparado com outros robôs, Junco ainda precisa ser trabalhado para oferecer interações mais reais, mas de longe ainda parece bastante "humano".

Continua após a publicidade

1. Atlas

Apesar de não se parecer nada com um humano, o robô-humanoide Atlas, desenvolvido pela empresa norte-americana de engenharia robótica Boston Dynamics, consegue executar ações bastante complexas e próximas aos de seres humanos. Sua finalidade futura será de cumprir tarefas consideradas perigosas para as pessoas, por isso ele deve conter a maior quantidade de movimentos "humanos" possíveis.