Brasil teve aumento de 23% no número de Edtechs em dois anos

Por Rui Maciel | 09 de Abril de 2020 às 16h00

Mais de 70,6% das startups voltadas para educação, as chamadas Edtechs, são focadas em soluções para o ensino básico. Essa é uma das conclusões da segunda edição do "Mapeamento Edtech – Investigação sobre as startups de tecnologia educacional – 2019", um estudo feito pela ABStartups (Associação Brasileira de Startups) e a CIEB (Centro de Inovação para a Educação Brasileira) e que o Canaltech divulga em primeira mão.

De acordo com o levantamento, realizado entre agosto e outubro de 2019, foram mapeadas 449 Edtechs ativas no Brasil, um aumento de 23% em relação à edição anterior, de 201, quando 364 startups do gênero foram identificadas. A maioria (59%) está localizada na Região Sudeste, com o estado de São Paulo sediando 35,1% do total de empresas do gênero. Em relação aos perfis, predominam soluções cujo modelo de negócios compreende o Software as a Service (SaaS), com 61% do total, em negócios operados por até 10 funcionários (64,1%). 

A maioria das edtechs não conta com mais de 10 funcionários e tem o SaaS como principal modelo de negócio (Crédito da foto: Abstartups)

Quando agrupadas pelo segmento de ensino, o mapeamento mostra que mais de 70% das Edtechs são focadas na educação básica, sendo 48,11% para o ensino fundamental e médio, seguido pelo ensino infantil, com 22,49%. 

Vale lembrar que as Edtechs foram identificadas e classificadas de acordo com o segmento e os tipos de recursos educacionais que oferecem para o ecossistema de educação, sendo possível que uma mesma Edtech atue em mais de um segmento. Cursos livres (16,93%), ensino superior (16,04%) e corporativo (13,59%) fecham o TOP 5. 



Além disso, o levantamento aponta que 67,04% das Edtechs são classificadas como plataformas, seguidas pelas ferramentas (26,28%) e conteúdos (14,03%). Ao todo, a classificação deste tipo de startup é separada em ensino infantil, fundamental e médio; superior; educação corporativa; preparatórios; idiomas e cursos livres. 

Ainda dentro da classificação por tecnologia, 34,74% (158) das Edtechs classificam seus serviços como uma Plataforma de Oferta de Conteúdo Online. Já 10,02% (45) delas se definem como uma Ferramenta de Apoio à Gestão e 9,35% (42) estão na categoria Jogos Educativos. Os Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA), com 8,69% e a Plataforma Educacional, com 8,46%, completam o Top 5.

 “A diversidade de soluções disponibilizadas por essas Edtechs pode apoiar diferentes processos escolares ou de ensino e aprendizagem. Chama a atenção, por exemplo, o aumento de soluções voltadas a inclusão de alunos com& algum tipo de deficiência física ou intelectual”, analisa Amure Pinho, presidente da ABStartups. 

O que são as tecnologias utilizadas pelas Edtechs

O mapeamento feito pela ABStartups e a CIEB detalhou 19 tipos de recursos educacionais digitais (veja abaixo) usados pelas Edtechs brasileiras, além dos serviços. Dentro desse raio X, a tecnologia líder, a plataforma de ofertas de conteúdo online, é usada principalmente para cursos livres (40% dos casos) e ensino básico (21%).

Já a segunda colocada, Ferramentas de Apoio à Gestão, é utilizada majoritariamente para o ensino básico (71%), ensino infantil (53%) e ensino superior (29%).

Por fim, a tecnologia de Jogos Educativos é usada, como era de se esperar, no ensino básico (64%) e infantil (45%). No entanto, esse processo de gameficação vem ganhando espaço  também no setor corporativo, respondendo por 24% do total de uso desta tecnologia entre as Edtechs. 

Critérios para o mapeamento

Neste mapeamento, foram consideradas iniciativas que atendem aos critérios de escalabilidade, replicabilidade e inovação para incorporar o escopo de Edtech.

Aceleradoras, coworkings, consultorias e demais ações de apoio a startups foram desconsideradas. Também foram suprimidas as startups que se declaram na fase de ideação do projeto e ainda não têm uma solução disponível para compra.

Entendendo a complexidade do processo de categorização (como startups que pertencem a mais de um segmento, por exemplo), foram selecionadas aquelas que, apesar de ter interface com outras áreas, possuem a educação como foco principal.

Conheça cada uma das tecnologias

1. Objeto Digital de Aprendizagem (ODA) - 07 startups

O Objeto Digital de Aprendizagem (ODA) tem por característica ser autocontido e reutilizável, visando contribuir para a prática pedagógica dentro ou fora da sala de aula, incrementando o processo de aprendizagem. Pode possuir funcionalidades como vídeos, imagens, textos, áudios, simulações, infográficos, conteúdos interativos e questões.

2. Jogo educativo - 42 startups

O jogo educativo é um software lúdico desenvolvido com finalidade intencionalmente pedagógica. Pode conter regras, desafios e recompensas para trabalhar conceitos ou auxiliar no desenvolvimento do aluno, individualmente ou em grupo.

3. Curso Online - 14 startups

Como curso on-line neste mapeamento, compreendeu-se uma sequência de objetos de aprendizagem disponibilizados em ambiente virtual. Tais objetos permitem realizar uma formação de forma completa e com avaliação do aprendizado sobre um tema específico, de maneira auto-instrucional ou de forma mediada.

4. Ferramenta de apoio à Gestão - 45 startups

Tecnologia para apoio de um processo específico acadêmico, pessoal ou administrativo da gestão escolar ou da rede de ensino. Pode ter como funcionalidade a comunicação com pais, alunos e outros atores da comunidade escolar (como motoristas de vans, por exemplo). Também pode disponibilizar grade horária, organização financeira, recursos humanos, diário de classe ou outros processos de gestão. Esta ferramenta engloba os processos de:

  • Gestão acadêmica;
  • Gestão administrativa;
  • Gestão financeira;
  • Gestão de aquisição de alunos.

5. Ferramenta de avaliação do estudante - 22 startups

Tecnologia que permite criação, atribuição e acompanhamento de atividades para a avaliação de alunos. As ferramentas funcionam para qualquer área do conhecimento. Podem ser integradas a uma plataforma educacional. E possuem por funcionalidade: criação de questões ou propostas de atividades, correção automatizada ou não, visualização de resultados individuais ou coletivos.

6. Ferramenta gerenciadora de currículo - 4 startups

Tecnologia que apoia a sistematização de práticas pedagógicas, conteúdos e recursos, organizando-os ao redor de habilidades previamente definidas para um componente curricular, de forma a construir seu currículo. Permite compartilhar o currículo de uma rede de ensino ou escola e indexar recursos educacionais associados ao desenvolvimento de habilidades. Pode, também, trabalhar com a análise do grau de alinhamento do currículo com as habilidades previamente definidas.

7. Ferramenta de autoria - 10 startups

Tecnologia que permite aos usuários criar ou modificar textos, imagens, vídeos, áudios, entre outros. Tem por funcionalidades: possibilidade de iniciar um projeto novo, editar e salvar em padrão compartilhável.

8. Ferramenta de apoio à aula - 07 startups

Tecnologia que apoia o professor nos processos pedagógicos referentes ao planejamento, à preparação, à execução e à revisão das aulas presenciais. Entre suas funcionalidades, estão: a criação de planos de aulas, o controle e apresentação de conteúdos, a distribuição de atividades, entre outros.

9. Ferramenta de colaboração - 10 startups

Tecnologia on-line que possibilita o processo colaborativo durante a execução de trabalhos ou criação de conteúdos. Tem por funcionalidades: possibilidade de múltiplos usuários
trabalharem conjuntamente em um mesmo arquivo em tempo real, controle de usuários e acesso, entre outras.

10. Ferramenta de tutoria - 10 startups

Tecnologia que possibilita que professores e/ou tutores interajam com alunos, a distância e em tempo real, para ofertar-lhes reforço escolar. Permite a realização de interação online em áudio, vídeo ou texto entre tutor e aluno, aliada ao compartilhamento de tela e arquivos em tempo real. Pode conter software integrado de lousa virtual.

11. Sistema de Gestão Educacional (SIG | SIS) - 31 startups

Sistema com objetivo de fazer gestão de dados e processos administrativos, pessoais e acadêmicos de instituições de ensino ou rede de escolas. Como funcionalidades, permite: articulação de um conjunto de ferramentas de gestão, emissão de relatórios e indicadores de processo e resultados. A ferramenta apoia os processos de:

  • Gestão acadêmica;
  • Gestão administrativa;
  • Gestão financeira.

12. Sistema Gerenciador de Sala de Aula - 02 startups

Sistema de apoio ao professor, que facilita o gerenciamento e monitoramento do uso simultâneo de diversos dispositivos em sala de aula, permitindo realizar atividades e avaliações dos alunos em tempo real. Articula ferramentas de monitoramento e controle remoto de dispositivos (MDM) com funcionalidades de distribuição de conteúdo e atividades, além de ferramentas de avaliação. Pode conter ferramenta de colaboração em sala de aula.

13. Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) - 39 startups

Plataforma de ensino e aprendizagem on-line que permite a criação de ambientes para o ensino a distância (e-learning) ou ensino híbrido, incluindo a gestão de conteúdo, atividades e avaliação. Possibilita ao usuário a construção de seu próprio ambiente de ensino, associando a disponibilização de conteúdo, atividades, avaliações e interação entre usuários a ferramentas de gestão de turmas, notas, usuários e relatórios.

14. Plataforma educacional - 38 startups

Plataforma que apoia o professor nos processos de ensino, apresentando conteúdos e avaliação de forma sequencial e estruturada previamente. Também são disponibilizadas trilhas de conteúdos e avaliações, permitindo que o professor acompanhe o progresso do aluno.

15. Plataforma Educacional Adaptativa - 26 startups

Plataforma com proposta pedagógica que apoia o processo de aprendizagem do aluno ao empregar técnicas computacionais para modelar e conduzir a apresentação dos conteúdos, visando definir o que ensinar e como ensinar de forma personalizada.

16. Plataforma de oferta de conteúdo on-line - 158 startups

Plataforma com cursos, jogos e/ou ODAs (Objetos Digitais de Aprendizagem) para venda individual com acesso via modelo de assinatura ou livre. Tem como grande característica o aprendizado autônomo, permitindo acesso aos conteúdos apenas dentro do ambiente da plataforma.

17. Repositório Digital - 09 startups

Plataforma on-line que referencia ou armazena conteúdos da web de forma sistematizada por meio de sistema de indexação e busca. O usuário pode acessar, baixar e/ou utilizar
tais conteúdos em outra plataforma ou ferramenta.

18. Ferramenta maker - 05 startups

Ferramenta não virtual que tem por propósito pedagógico construir, consertar ou modificar objetos em atividades de aprendizagem. Possui componentes, dispositivos e aparatos, entre outros itens. Geralmente, essa ferramenta é utilizada durante atividades mão na massa ou maker.

19. Hardware educacional - 09 startups

Equipamento eletrônico ou acessório, utilizado com finalidade específica de apoiar e facilitar processos pedagógicos.

Para acessar o mapeamento completo, clique aqui.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.