Nvidia RTX 3080 Ti de 20 GB é vista na Rússia com alto poder de mineração

Nvidia RTX 3080 Ti de 20 GB é vista na Rússia com alto poder de mineração

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 08 de Setembro de 2021 às 15h42
Divulgação/NVIDIA

Após diversos rumores, a Nvidia anunciou em junho a GeForce RTX 3080 Ti, versão revisada da atual placa topo de linha da companhia. Trazendo muitas semelhanças com a irmã mais poderosa RTX 3090, a novidade trouxe GPU GA102 com cerca de 4% menos CUDA Cores, totalizando 10.240 núcleos, mas um corte marcante em memórias, caindo dos 24 GB GDDR6X para apenas 12 GB.

Curiosamente, essas especificações diferem do que apontavam os vazamentos — a placa deveria ser mais robusta, contando com 20 GB de VRAM e uma contagem de núcleos ainda mais próxima da RTX 3090. Ao que parece essas diferenças acabam de ser esclarecidas por um YouTuber russo, que comprovou a existência do modelo encorpado, com algumas ressalvas.

RTX 3080 Ti é vendida na Rússia em versão de 20 GB

O modelo é vendido pela varejista Hardvar, baseada na cidade de São Petersburgo, e é idêntica à RTX 3080 Ti de 12 GB, tendo como diferenças apenas algumas das configurações de memória: além da capacidade maior de 20 GB, a largura de banda é curiosamente menor, atingindo 720 GB/s em uma interface de 320-bit, contra 912 GB/s em uma interface de 384-bit da variante lançada oficialmente.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Pouco antes de surgir no mercado russo, essa versão havia sido encontrada no banco de dados do site TechPowerUp pelo renomado leaker @momomo_us, em um firmware de número ligeiramente diferente — o identificador de modelo dos códigos em questão é o 10DE 2205, em vez do 10DE 2208 utilizado pela Nvidia, o que indica se tratar de uma placa diferente.

Uma das unidades chegou às mãos do YouTuber Kolya Miner, que precisou desembolsar 225.000 rublos russos para ter acesso ao componente, algo em torno de R$ 16.270 em conversão direta e sem impostos. Após alguns testes, o produtor de conteúdo comprovou que a RTX 3080 Ti de 20 GB não é capaz de executar jogos e nem mesmo é reconhecida pelo GPU-Z, em virtude do seu status inacabado.

Acredita-se que a placa estivesse em um estágio bastante avançado de desenvolvimento, mirando em deter os avanços da AMD com a RX 6900 XT. Considerando que a solução topo de linha do time vermelho manteve o nível de desempenho próximo à RTX 3090, a Nvidia pode ter decidido simplificar o projeto da RTX 3080 Ti. Seja como for, ainda que não esteja apta para executar games, a placa não lançada mostra potência em criptomineração.

Modelo entrega alto desempenho em criptomineração

O YouTuber explica que a varejista indicou um potencial de 86 MH/s para a 3080 Ti 20 GB com configurações padrão, número que pode passar dos 100 MH/s com overclocking. Kolya Miner conseguiu estabilizar a placa em um overclock de +100 MHz no núcleo e +1.000 MHz nas memórias, comprovando os números elevados apontados pela loja.

Com overclocking, a RTX 3080 Ti de 20 GB atinge números elevados em diferentes algoritmos de criptomineração (Imagem: Reprodução/Kolya Miner)

A solução entrega 94 MH/s utilizando o algoritmo de Ethereum, e ultrapassa os 200 MH/s em Ergo. Em comparação, a RTX 3080 Ti de 12 GB lançada oficialmente entrega entre 55 e 65 MH/s, por contar com o limitador LHR da Nvidia. Não se sabe quantas unidades dessa variante com 20 GB de VRAM foram desenvolvidas, nem quais varejistas as receberam, mas ao menos os rumores foram confirmados.

Fonte: WCCFTech, PC Gamer, Tom's Hardware

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.