AMD apresenta novas APUs Ryzen 4000G com desempenho gráfico sem precedentes

Por Sérgio Oliveira | 21 de Julho de 2020 às 10h00
AMD
Tudo sobre

AMD

Saiba tudo sobre AMD

Ver mais

Confirmando uma série de rumores que surgiram nos últimos meses, a AMD apresentou nesta terça-feira (21) a nova linha de APUs Ryzen 4000G para desktops. Neste primeiro momento, foram confirmados seis componentes — com destaque especial para os Ryzen 7 4700G, Ryzen 5 4600G e Ryzen 3 4300G —, todos com gráficos integrados e baseados na microarquitetura Zen 2 de 7nm.

A união dessas características coloca os novos processadores da AMD em posição de destaque. Além de serem os primeiros do mercado com essa litografia e GPU embutida, eles também entregam 60% mais desempenho gráfico por CU e 2,5 vezes mais performance que os Ryzen 3000G. Outra característica das novas APUs Ryzen 4000G é o design monolítico, com toda a estrutura montada em um único die em vez de chiplets. Graças a essa abordagem, a AMD consegue reduzir o caminho percorrido pelos dados no SoC e, consequentemente, a latência.

Porém, há uma "pegadinha" nessa festa toda: os Ryzen 4000G anunciados hoje estarão disponíveis apenas em desktops pré-montados, de marcas como HP, Lenovo e afins. Em outras palavras: a disponibilidade dos componentes será limitada e você não poderá comprá-los avulsos no mercado. A AMD não explicou os motivos para isso, mas é seguro apostar que ela está adotando uma estratégia cautelosa de transição para a quarta geração, de maneira que ela não afete as ainda excelentes vendas dos Ryzen 3000 — que recentemente ganhou os Ryzen 3 3100 e 3300X.

Leia mais:

Seja como for, os novos Ryzen 4000G entregam desempenho de sobra e batem forte na concorrência. Prova disso é que, segundo testes de desempenho apresentados pela AMD à imprensa, o Ryzen 3 4300G de entrada entrega performance multi-thread equivalente ao intermediário Intel Core i5-9500. Já o Ryzen 5 4600G supera o topo de linha Core i7-9700 em 5%, enquanto o Ryzen 7 4700G o ultrapassa em 71%.

Nos testes de GPU, não há nem comparação. As novas APUs da AMD performam pelo menos 162% mais que seus concorrentes diretos no 3D Mark TimeSpy:

Comparativo mostra que nova família Ryzen 4000G é superior à concorrência em todos os segmentos
Comparativo mostra que nova família Ryzen 4000G é superior à concorrência em todos os segmentos (Gráfico: Reprodução/AMD)

Ryzen 7 4700G

Falando individualmente dos componentes que estão chegando, o Ryzen 7 4700G vem sendo propagandeado pela AMD como o melhor processador que alguém pode comprar para um desktop pré-montado na atualidade. Tal afirmação não é leviana: o modelo substitui o Ryzen 5 3400G como topo de linha e vem com oito núcleos de processamento e 16 threads rodando a 3,6 GHz (podendo alcançar até 4,4 GHz em boost), além de oito núcleos gráficos Radeon operando a 2.100 Mhz. Tudo isso num pacote com apenas 65W TDP, que não dá trabalho a nenhum sistema de arrefecimento.

Com o dobro de núcleos e de threads em relação a seu antecessor, o SoC entrega até 152% mais desempenho em atividades multi-thread, além de marcar 19% mais pontos no 3D Mark TimeSpy:

Em relação à concorrência, os ganhos são ainda maiores. Os testes apresentados pela fabricante mostram que o Ryzen 7 4700G tem um desempenho até 274% superior em relação ao Intel Core i7-9700 rodando jogos em Full HD com configurações no Low. Em termos de FPS, a GPU Radeon Vega integrada conseguiu manter todos os games rodando na faixa dos 30 e 40 quadros por segundo, o que é bem impressionante:

Porém, como estamos falando de um processador que virá em um computador pré-montado, é correto assumir que ele será empregado majoritariamente em tarefas de produtividade e do dia-a-dia. Nesse cenário, o novo Ryzen 7 4700G da AMD também prevalece sobre a concorrência, entregando desempenho até 89% superior em tarefas como masterização de filmes e renderização em tempo real.

Ryzen 5 4600G

Com a chegada do Ryzen 7 4700G, o Ryzen 5 4600G agora assume a posição intermediária na nova linha de processadores. Com seis núcleos de processamento e 12 threads rodando a 3,7 GHz e podendo alcançar até 4,2 GHz em boost — fora os sete núcleos gráficos Radeon operando a 1.900 MHz —, o modelo deve apresentar o melhor custo-benefício da família e ser seu carro-chefe.

Isso porque ele também apresenta um ganho de desempenho substancial em relação ao Ryzen 5 3400G, antes o topo de linha da família. Em atividades single e multi-thread, o ganho é de 21% e 94%, respectivamente; enquanto o desempenho gráfico aumentou em 6% segundo o 3D Mark TimeSpy.

No comparativo competitivo, o Ryzen 5 4600G entrega até 243% mais desempenho do que o concorrente Core i5-9500 rodando jogos como GTA 5, Civilization 6 e Hitman em 1080p no Low. Já em tarefas de produtividade e do dia a dia, o novo processador da AMD supera a concorrência em até 100%.

Outras opções

Além dos Ryzen 4000G padrão, a AMD também apresentou três APUs da linha Ryzen 4000GE, voltados para fatores de forma reduzidos e focados em eficiência energética. Além deles, a fabricante confirmou três novos modelos da família Athlon, voltada para computadores básicos, de desempenho essencial.

As especificações de todos os componentes confirmados hoje para o público consumidor estão na tabela a seguir:

AMD Ryzen 4000G
Modelo Núcleos/Threads Clock base/boost Cache Núcleos gráficos Clock GPU TDP
Ryzen 7 4700G 8/16 3,6 GHz / 4,4 GHz 12 MB 8 2.100 MHz 65W
Ryzen 5 4600G 6/12 3,7 GHz / 4,2 GHz 11 MB 7 1.900 MHz 65W
Ryzen 3 4300G 4/8 3,8 GHz / 4,0 GHz 6 MB 6 1.700 MHz 65W
Ryzen 7 4700GE 8/16 3,1 GHz / 4,3 GHz 12 MB 8 2.000 MHz 35W
Ryzen 5 4600GE 6/12 3,3 GHz/ 4,2 GHz 11 MB 7 1.900 MHz 35W
Ryzen 3 4300G 4/8 3,5 GHz / 4,0 GHz 6 MB 6 1.700 MHz 35W
Athlon Gold 3150G 4/4 3,9 GHz (máx) 6 MB Radeon - N/A N/A 65W
Atlhon Gold 3150GE 4/4 3,8 GHz (máx) 6 MB Radeon - N/A N/A 35W
Atlhon Silver 3050GE 2/4 3,4 GHz (máx) 5 MB Radeon - N/A N/A 35W

AMD Ryzen PRO 4000

No embalo dos anúncios para o mercado consumidor, a AMD também apresentou a nova família de APUs Ryzen PRO 4000 para desktops corporativos. Ao todo, nove APUs vão compor o lineup para este segmento, todos com características bastante semelhantes às contrapartes para o público consumidor. A diferença fica por conta de recursos que vêm embutidos e que são essenciais para as corporações e departamentos de TI, incluindo:

  • AMD PRO Business Ready: espécie de "selo de garantia" oferecido pela fabricante para indicar que os gerentes e departamentos de TI podem planejar e investir na infraestrutura de TI e parque tecnológico de suas corporações sem medo de que o suporte chegue ao fim subitamente. Nesse sentido, a AMD garante 18 meses de estabilidade planejada de software, dois anos de disponibilidade planejada e garantia de qualidade e consistência de padrão corporativo para todos os modelos;
  • AMD PRO Manageability: garante suporte a soluções tradicionais e modernas de gerenciamento de dispositivos na infraestrutura corporativa. Graças a essa funcionalidade, não importa se o departamento de TI utiliza soluções mais antigas baseadas em DASH ou mais recentes, como o Microsoft Endpoint Manager, os novos processadores permitirão a execução remota de tarefas de manutenção e backups até distribuição proativa de patches de segurança sem qualquer problema; e
  • AMD PRO Security: sistema de proteção multicamada implementado a nível de arquitetura para evitar acesso não-autorizado a dados e downtime dos equipamentos. Dessas camadas, a que merece mais destaque é o Memory Guard, um recurso que aplica criptografia à memória do computador para evitar que ataques físicos resultem em extração indevida de informações armazenadas temporariamente na RAM.

Leia mais: AMD anuncia Ryzen PRO 4000 mobile e sobe a barra da concorrência no mercado corporativo

AMD Ryzen PRO 4000
Modelo Núcleos/Threads Clock base/boost Cache Núcleos gráficos Clock GPU TDP
Ryzen 7 PRO 4750G 8/16 3,6 GHz / 4,4 GHz 12 MB 8 2.100 MHz 65W
Ryzen 5 PRO 4650G 6/12 3,7 GHz / 4,2 GHz 11 MB 7 1.900 MHz 65W
Ryzen 3 PRO 4350G 4/8 3,8 GHz / 4,0 GHz 6 MB 6 1.700 MHz 65W
Ryzen 7 PRO 4750GE 8/16 3,1 GHz / 4,3 GHz 12 MB 8 2.000 MHz 35W
Ryzen 5 PRO 4650GE 6/12 3,3 GHz/ 4,2 GHz 11 MB 7 1.900 MHz 35W
Ryzen 3 PRO 4350G 4/8 3,5 GHz / 4,0 GHz 6 MB 6 1.700 MHz 35W
Athlon Gold PRO 3150G 4/4 3,9 GHz (máx) 6 MB Radeon - N/A N/A 65W
Atlhon Gold PRO 3150GE 4/4 3,8 GHz (máx) 6 MB Radeon - N/A N/A 35W
Atlhon Silver PRO 3050GE 2/4 3,4 GHz (máx) 5 MB Radeon - N/A N/A 35W

Os ganhos de desempenho e eficiência energética em relação à concorrência são semelhantes aos apresentados pelas contrapartes focadas para o consumidor. Em termos de performance, os novos Ryzen PRO 4000 são até 26% mais eficientes em tarefas single-thread, até 152% no multi-thread e apresenta desempenho gráfico até 19% superior em relação aos antigos Ryzen PRO 3000G. Já no comparativo de desempenho em tarefas do dia a dia no escritório, o topo de linha Ryzen 7 PRO 4650G foi, em média, 30% superior em relação a seu antecessor, o Ryzen 5 3400G.

No comparativo com a concorrência, os novos Ryzen PRO 4000 são até 31% mais rápidos e apresentam eficiência energética por watt até 43% acima no segmento topo de linha. No embate direto, o topo de linha Ryzen 7 Pro 4750G chega a ser até 72% mais eficiente que o concorrente Core i7-9700 vPro em tarefas de criação de conteúdo, renderização em tempo real e produtividade. Essa vantagem se estende aos segmentos intermediário e de entrada.

Finalmente, a AMD não detalhou quando exatamente veremos os novos processadores Ryzen 4000 e Ryzen PRO 4000 nas lojas, já que isso depende das fabricantes parceiras. Em todo caso, a expectativa é que elas façam anúncios nos próximos dias e semanas, enquanto a AMD se prepara para apresentar mais opções da quarta geração dos Ryzen que poderão ser compradas pelos consumidores sem um desktop pré-montado.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.