Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

X/Twitter recua e diz que vai cumprir ordens do STF na íntegra

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 16 de Abril de 2024 às 10h06

Link copiado!

Rubaitul Azad/Unsplash
Rubaitul Azad/Unsplash
Tudo sobre Twitter

Após alguns dias de embates nas redes sociais, o X (antigo Twitter) declarou através de sua defesa que vai manter o cumprimento integral das ordens emitidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A afirmação tenta acalmar os ânimos depois dos ataques do dono da empresa, Elon Musk, ao ministro Alexandre de Moraes.

X não quer mais briga

A declaração da defesa do X veio logo após o Comitê Judiciário da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos intimar a empresa de Elon Musk a dar informações em relação às ordens do STF sobre a moderação de publicações na plataforma.

Continua após a publicidade

No documento, a rede social de microblog se compromete a manter os ministros do supremo do Brasil informados sobre os dados para manter o dever de “transparência e lealdade processual”.

“Por fim, conforme já comunicado à Polícia Federal, a X Brasil informa que todas as ordens expedidas por esse egrégio Supremo Tribunal Federal e egrégio Tribunal Superior Eleitoral permanecem e continuarão a ser integralmente cumpridas pela X Corp”, aponta a defesa da plataforma.

Entenda o caso

O confronto entre Elon Musk e STF começou no início de abril, quando o bilionário postou uma série de tuítes e afirmou que poderia reativar contas suspensas pela Justiça do país. No caso, o chefão do X também disse que a plataforma poderia deixar o Brasil e nos dias seguintes chamou o ministro Alexandre de Moraes de ditador.

Menos de uma semana depois, os advogados da X Brasil pediram por uma isenção em relação ao caso e solicitaram ao supremo que tratasse diretamente com a matriz nos EUA, pedido rejeitado por Moraes, que mencionou que o pedido beirava a má-fé.

Durante o embate, o administrador brasileiro da rede social de microblog deixou o cargo, posição que mantinha desde agosto de 2023.