Carteirinhas estudantis digitais devem ser lançadas nesta segunda (25)

Por Fidel Forato | 22 de Novembro de 2019 às 16h57
Divulgação

Anunciada em setembro deste ano, através de uma medida provisória do presidente Jair Bolsonaro, chega aos estudantes, na segunda-feira (25), a ID Estudantil — a carteirinha digital e gratuita para inscritos na educação básica, profissional, técnica e superior. Pelo menos é isso que afirma o ministro da Educação Abraham Weintraub, em entrevista sobre o documento que permitirá o pagamento de meia-entrada em shows, museus, teatros e eventos culturais.

“Na segunda-feira, teremos o lançamento digital do ID Estudantil, que é o aplicativo de celular para ter a carteirinha digital. Os estudantes que tiverem sido cadastrados pela instituição de ensino já vão poder acessá-la a partir dessa data. Para quem não tiver sido cadastrado, o estudante só precisa pressionar a escola para efetuá-lo”, afirmou o ministro Weintraub, hoje (22).

Print da pagina oficial da nova carteirinha estudantil (Screenshot: Canaltech)

No entanto, o site oficial do ministério da Educação traz informação divergente. Na página inicial da ID Estudantil, há um timer em contagem regressiva. Como é possível ver no print, faltam ainda 15 dias e algumas horas para o lançamento oficial do app que garantirá meia-entrada para estudantes.

Entenda o documento

Para Weintraub, as carteirinhas digitais farão com que os estudantes economizem cerca de R$ 50 ao ano, já que para a obtenção do atual documento é necessário que o estudante pague uma taxa para a União Nacional dos Estudantes (UNE), que emite o documento.

“Por que algumas pessoas são contra a carteirinha digital? Porque a UNE ganha R$ 500 milhões por ano fazendo isso. A gente vai quebrar mais uma das máfias do Brasil, tirar R$ 500 milhões das mãos da tigrada da UNE. Esse dinheiro vem do povo, que paga R$ 50 na carteirinha todo ano”, defendeu o ministro com a nova medida.

Ministro Weintraub divulga lançamento de carteirinha, em divergência com site oficial

O MEC ainda emitirá documento físico para aqueles que não tiverem acesso à smartphones ou desejaram, a partir de um contrato com a Caixa Econômica Federal para emissão gratuita ao estudante do ID Estudantil.

Quando lançada, a nova carteirinha estudantil estará disponível tanto na Play Store quanto na Apple Store.

A seguir, confira vídeo do MEC explicando o novo documento:

Fonte: Ministério da Educação; Jovem Pan

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.