O que exatamente é a rede intuitiva da Cisco

Por Stephanie Kohn | 27.06.2017 às 19:44 - atualizado em 03.07.2017 às 15:35

Uma rede intuitiva. É assim que todos os executivos da Cisco chamam a plataforma que está sendo apresentada no Cisco Live, evento global da companhia que acontece esta semana em Las Vegas (Estados Unidos). Trata-se de uma rede “viva” e inteligente baseada em três pontos principais: contexto, necessidade e conhecimento preditivo. A rede está em constante aprendizado, se adaptando, se protegendo e automatizando ações e, por isso, promete ser uma grande revolução oferecendo às organizações mais agilidade e produtividade.

A rede intuitiva é baseada em três novos produtos da Cisco. O primeiro deles é a já comentada plataforma Cisco DNA Center, que funciona como um painel de gerenciamento da rede e como ferramenta de análise de dados. A nova arquitetura é capaz de antecipar ações dos usuários, bloquear ameaças à segurança e entregar melhor desempenho.

O segundo é o switch Catalyst 9000, totalmente programável e que hospeda aplicações. O switch foi criado por um designer da Ferrari e vem preparado para os principais desafios das empresas: Internet das Coisas, mobilidade e nuvem.

E o terceiro é o Encrypted Traffic Analytics (ETA), uma solução que analisa ameaça em tráfego criptografado, podendo identificar o malware sem descriptografá-lo, colocá-lo em quarentena e determinar o seu nível. Segundo a empresa, assim como é possível saber o que uma pessoa pensa por meio de sua linguagem corporal, o ETA analisa o tráfego da rede em busca de detalhes que possam indicar um possível malware.

A novidade funciona como um casamento perfeito entre software, hardware e serviços trabalhando de forma integrada para que as empresas consigam seguir pela nova era da TI e, especificamente, pela nova era da conectividade.

“O que acreditamos é que as redes precisam prover habilidade não somente de se conectar, mas de processar dados para determinar o que é importante ir para o data center da empresa e o que não é", comentou Chuck Robbins, CEO da empresa.

Durante o evento, a companhia apresentou o switch e fez pequenas demonstrações dos softwares em uso. Aparentemente a interface é simples e bastante intuitiva, com recursos de “drag and drop” (arraste e solte).

De acordo com Malko Saez, Gerente de Desenvolvimento de Negocios da Cisco do Brasil, a rede intuitiva poderá ser adquirida por meio dos diversos parceiros da Cisco como revendedores e consultores de TI e é voltada para empresas de todos os segmentos da indústria, independente do tamanho. A aquisição da solução poderá ser feita a la carte ou pela plataforma de compras Cisco ONE. Ambas formas tem hardware e software inclusos.

*A jornalista viajou para Las Vegas a convite da Cisco.