Remaster de Call of Duty: Modern Warfare 2 é registrado na Coreia do Sul

Por Rafael Arbulu | 21 de Março de 2020 às 08h15
(Imagem: Divulgação/Activision)
Tudo sobre

Activision

Saiba tudo sobre Activision

Ver mais

Em um rumor que inaugura a categoria de “jogos cujo título são desnecessariamente longos”, a autoridade de classificação etária da Coreia do Sul registrou Call of Duty: Modern Warfare 2 Campaign Remastered no país. Embora não haja qualquer confirmação por parte da Activision, tudo indica que o título será um remaster do game lançado originalmente em 2009.

O registro em si também não menciona plataformas a receberem o título, então a chegada dele ainda deve demorar um pouco. Entretanto, pelo boato vir de uma fonte oficial — um órgão regulatório —, há certa credibilidade a se considerar aqui.

Embalagem de Call of Duty: Modern Warfare 2, de 2009: jogo pode ganhar versão remasterizada, segundo boatos (Imagem: Divulgação/Activision)

Porém, caso seja real, é muito provável que o game seja uma remasterização apenas do modo principal de Call of Duty: Modern Warfare 2 e não uma continuação do recente Call of Duty: Modern Warfare, um reboot lançado em 2019 que reaproveita personagens icônicos dentro uma nova ambientação narrativa.

Sobre Call of Duty: Modern Warfare 2 Campaign Remastered, não é a primeira vez que um boato do tipo toma as manchetes do mercado mundial dos games: em 2018, uma listagem da Amazon — prontamente removida — relacionou um remaster de do jogo de 2009 em suas páginas. Posteriormente, reportagens da mídia internacional levantaram a possibilidade de isso tratar-se de uma “experiência exclusivamente single player”. Ambas as possibilidades agora se unem dentro dessa classificação etária sul-coreana.

Call of Duty: Modern Warfare 2 é um dos jogos mais icônicos de toda a franquia da Activision — se não o mais icônico — devido à missão “No Russian” —, onde o protagonista do jogo, infiltrado em um grupo terrorista russo, é obrigado a atirar e matar várias pessoas em um aeroporto em Moscou, iniciando um grave incidente internacional. A fase, reproduzida no vídeo abaixo, é parte da campanha principal do jogo e, muito provavelmente, deve estar nesse remaster. Essa parte específica do jogo atraiu críticas de entidades dos mais variados tipos, incluindo organizações de proteção aos direitos humanos.

A Activision não comentou as informações.

Fonte: IGN

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.