FIFA 21 terá menos comemorações provocativas para diminuir brigas online

Por Felipe Ribeiro | 07 de Agosto de 2020 às 21h00
Divulgação/EA
Tudo sobre

EA

Saiba tudo sobre EA

Ver mais

Os modos online se tornaram prioridade da EA Sports quando o assunto é FIFA. Há alguns anos, os investimentos para melhorar a experiência dos jogadores no multiplayer são constantes e, apesar de alguns problemas, como as inúmeras falhas de conexão, o jogo evoluiu nesse aspecto. Como parte dessa preocupação com a jogatina conectada, a publisher segue criando soluções e a próxima visa combater o mau comportamento de certos jogadores.

De acordo o Eurogamer, a EA Sports vai remover algumas comemorações em FIFA 21, próximo game da franquia. Segundo a publicação, a empresa quer mitigar as provocações online e evitar interrupções durante as partidas. Muito embora a provocação seja divertida, existem jogadores que passam dos limites e é nisso que a publisher vai focar. Além disso, existem celebrações que podem apresentar, em certos níveis, cunho racista, como a "a-ok", que, recentemente, foi utilizada como injúria.

Outra comemoração que deve ser ceifada do game é "shush", ou, simplesmente, o cala a boca tradicional, usado por inúmeros jogadores ao redor do mundo e que também está presenta em FIFA há mais de uma década.

Menos cut scenes e catimba

Para tornar a jogatina online ainda mais dinâmica, FIFA 21 terá menos cut scenes após os gols. Com isso, o tempo dentro das partidas será menor e haverá menos chances de que os jogadores possam entrar em conflito pelo bate-papo.

Já para aqueles que gostam de aplicar a boa e velha catimba, podem ir se preparando, pois a EA vai cortar, e muito, o tempo para a reposição nas bolas paradas. Enquanto no FIFA 20 os jogadores tinham 30 segundos completos para completar as ações durante os lances de bola parada, agora o pontapé inicial precisa ser realizado em 10 segundos, os laterais em até 12 segundos, 15 segundos para tiro de meta e 20 para as faltas.

FIFA 21 chega ao mercado no dia 6 de outubro para Xbox One, PlayStation 4 e PC, além de uma versão chamada de Legacy Edition para o Nintendo Switch. Para quem adquirir os futuros consoles de nova geração, o Xbox Series X e o PlayStation 5, a EA vai garantir uma atualização gratuita para os detentores do jogo.

Fonte: Eurogamer

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.