Diretor acusa Capcom de plagiar monstros em Resident Evil Village

Por Felipe Demartini | Editado por Claudio Yuge | 10 de Maio de 2021 às 21h00
Divulgação/Capcom

Resident Evil Village chegou na última sexta-feira (7) para um resultado impressionante, chegando a se tornar o segundo game mais assistido na Twitch e liderando rankings de vendas em seu primeiro final de semana. Entretanto, a popularidade do game, agora, envolve também uma acusação de plágio pelo diretor Richard Raaphorst, do longa Frankenstein’s Army.

Atenção: este texto pode conter pequenos spoilers de Resident Evil Village.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Em publicação no LinkedIn, o cineasta aponta a similaridade entre um dos monstros de seu filme, lançado originalmente em 2013, e uma das criaturas enfrentadas por Ethan na metade final de Resident Evil Village. A semelhança aparece não apenas na aparência do bicho em si — um homem avantajado com braços musculosos e uma hélice de avião no lugar da cabeça —, mas também no combate, que envolve investidas e o uso de fogo para abater a aberração.

Publicação em que o diretor Richard Raaphorst aponta similaridades entre seu filme, Frankenstein's Army e Resident Evil Village, sem autorização ou créditos citados (Imagem: Captura de tela/Felipe Demartini?Canaltech)

Os fãs, rapidamente, voltaram mais atenção às similaridades entre Frankenstein’s Army e Resident Evil Village, que já havia sido citado como uma inspiração para o game. E entre alegorias comuns no horror cyberpunk, como é o caso de criaturas de escafandro portando furadeiras, estão outras similaridades que realmente denotam que o tratamento da Capcom com o longa pode ter ido além de, apenas, uma referência.

O próprio ensejo também denota inspiração, com um dos vilões de Resident Evil Village, Karl Heisenberg, sendo o responsável pela criação de um exército de infectados com partes mecânicas, que protegem pontos vitais ou são usadas para ampliar seu poder de ataque. É também a ideia por trás das criaturas do filme de Raaphorst, no qual uma unidade de soldados soviéticos encontra um laboratório nazista especializado, justamente, nesse tipo de criação maligna.

Além da indicação no LinkedIn e de compartilhar uma publicação de fã na qual mais semelhanças entre Resident Evil Village e Frankenstein’s Army são apontadas, o cineasta não disse se pretende fazer algo em relação ao suposto plágio. O Canaltech também tentou contato com a Capcom, que não havia respondido até o momento desta publicação.

Fonte: Richard Raaphorst (LinkedIn), CloneKorp (Twitter)  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.