Confira o primeiro trailer de Watch Dogs 2

Por Redação | 08 de Junho de 2016 às 13h27
photo_camera Divulgação

Talvez Watch Dogs 2 seja o segredo mais mal guardado desta E3. A existência do jogo foi vazada antes da hora, assim como a sua data de lançamento, a imagem do protagonista e até mesmo o seu trailer. E, mesmo sabendo que não há segredo nenhum por trás do título, a Ubisoft decidiu fazer todo um jogo de cena para “revelar” o game que deve ser uma das suas principais atrações desta edição da feira.

Porém, o vídeo liberado pela empresa é um pouco diferente daquele que havia sido vazado no início desta quarta-feira (8), sendo quase uma versão estendida e muito mais completa do vazamento. Temos o protagonista e seu grupo de hackers atuando em diferentes situações, mostrando um pouco mais do que o grupo DedSec será capaz de fazer com um computador em mãos. E, o mais importante de tudo isso, a sensação de que a Ubisoft realmente ouviu as críticas quanto ao primeiro Watch Dogs e se preocupou em corrigir os pontos problemáticos para fazer algo maior e melhor.

A começar pelo herói. O novo protagonista chama-se Marcus Holloway e será acusado de um crime que não cometeu. Assim, acaba se envolvendo com a comunidade hacker e entrando na guerra travada contra a ctOS e todo o sistema na tentativa de desligar o sistema operacional que controla São Francisco. De acordo com o estúdio, a ideia era criar alguém que representasse todo o estilo de vida da cidade e conseguisse transitar em todos os núcleos apresentados.

E um dos pontos que mais chama a atenção é que Marcus é muito mais habilidoso no parkour, fazendo altas piruetas enquanto corre pela cidade. Seu estilo de combate também é bem mais acrobático, realizando várias peripécias quando entra nos duelos corpo a corpo. O curioso é que ele utiliza uma espécie de corrente com uma bola no meio, como se fosse uma maça medieval.

Além disso, a Ubisoft comentou um pouco mais sobre a escolha da cidade de São Francisco como palco do novo jogo. Segundo a empresa, ela foi o berço da comunidade hacker e faria todo sentido levar a trama para lá. E, para isso, eles recriaram a cidade em todos os seus detalhes quase como em um simulador. A diferença é que, assim como no primeiro jogo, temos o ctOS controlando todas as informações que rodam por ela.

A produtora prometeu ainda mais controle sobre os hacks que o herói pode fazer. Porém, ao mesmo tempo em que ele pode controlar muito mais coisas, as possibilidades se ampliam e é preciso estar atento a tudo para saber o que fazer. E a boa notícia é que praticamente tudo será hackeável em Watch Dogs 2, incluindo carros e pessoas ao seu redor. Também será possível fazer invasões em massa, ou seja, atacar diversos dispositivos de uma só vez.

Outro ponto é que o arsenal utilizado pelo DedSec é criado por uma impressora 3D. Além disso, Marcus contará com um pequeno drone que pode ser controlado para observar áreas de interesse ou seguir um alvo sem ser observado. E ele não será apenas usado durante as missões da campanha, mas também em outros desafios espalhados pela cidade.

Watch Dogs 2 traz de volta a ideia de multiplayer integrado à campanha. Tanto que, durante o anúncio, vimos o personagem encontrar outro hacker que estava seguindo em sua missão. Assim, os jogadores podem se ajudar a todo momento, além de interagirem sempre que quiserem.

Com lançamento previsto para o dia 15 de novembro, o game será uma das principais atrações da Ubisoft na E3. E a empresa já prometeu levar uma demonstração para a feira.