China limita acesso de crianças e adolescentes a jogos a três horas por semana

China limita acesso de crianças e adolescentes a jogos a três horas por semana

Por Guilherme Sommadossi | Editado por Bruna Penilhas | 30 de Agosto de 2021 às 11h02
Shutterstock

A China está regulando os dias e horários que os menores de 18 anos podem jogar videogames. Os jovens e crianças gamers só podem aproveitar os jogos entre 20h e 21h, às sextas-feiras, fins de semana e feriados.

A informação foi divulgada pela Administração Nacional de Imprensa e Publicação à agência de notícias estatal Xinhua. O órgão regulador ainda instruiu que as empresas de games restrinjam o acesso das crianças fora desse horário. Esta é a segunda ação do tipo em agosto.

No começo do mês, a estatal definiu os jogos eletrônicos como um "ópio espiritual". Na época, os menores de idade podiam jogar por 90 minutos por dia e três horas nos finais de semana e feriados. Ou seja, a nova ordem é uma drástica redução no tempo.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Entrada da Tencent, uma das principais desenvolvedoras chinesas de game (Reprodução/Chris Yunker)

Com a nova regra, as desenvolvedoras também serão mais inspecionadas para verificar se as limitações estão sendo cumpridas. Isso gerou impactos nas ações das principais empresas chinesas. Porém, as regras são seguidas, como é o caso da Tencent. A gigante local anunciou, em julho de 2020, que estava em um processo de implementar reconhecimento facial para que os jovens não jogassem das 22h às 8h. Contudo, o processo teve que ser alterado por medo de que isso fosse burlado.

As normas e limitações fazem parte de um esforço do país para entender sobre o impacto do uso excessivo dos games pelos jovens.

Fonte: BBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.