Call of Duty: Black Ops 4 pode não ter modo campanha

Por Felipe Demartini | 18 de Abril de 2018 às 10h12

Call of Duty: Black Ops 4 ainda nem foi anunciado oficialmente, mas já é portador de más notícias para os fãs. De acordo com fontes ligadas à produção, o game chegará às lojas sem um modo campanha tradicional. Em vez disso, a desenvolvedora Treyarch e a Activision estariam expandindo o foco no multiplayer tradicional e também no extra Zumbis, experiência cooperativa que, a cada novo lançamento, cai mais e mais no gosto dos fãs.

O motivo para a mudança de rumos seriam os problemas no desenvolvimento. Eles não foram especificados pelos responsáveis pela revelação, que afirmaram apenas uma noção, por parte da produtora Treyarch, de que uma campanha single-player não ficaria pronta à tempo do lançamento de Call of Duty: Black Ops 4, que deve acontecer no final deste ano. Desta forma, a equipe teria preferido focar nos modos online e entregar uma experiência mais profunda nesse sentido.

Se verdadeira, a notícia faz com que o título deste ano seja o primeiro Call of Duty da era moderna a não contar com um enredo tradicional. No passado, a Activision já trabalhou com formas diferentes no modo single-player, como a versão conectada e focada na cooperação de Black Ops 3 ou a faceta episódica de Black Ops: Declassified, para o Vita. Entretanto, a mudança marcaria a estreia de uma nova abordagem, mesmo que ela não tenha sido intencional.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Relatos adicionais, publicados por um site especializado na franquia, mostram que os problemas no desenvolvimento não seriam o único motivo para o cancelamento. De acordo com as fontes do Charlie Intel, a Activision teria considerado a campanha em produção para Call of Duty: Black Ops 4 muito “estranha” e “fora dos padrões”. A própria Treyarch concordaria com isso, o que levou à interrupção no desenvolvimento e o foco na jogatina online.

No lugar, novas modalidades de jogatina online seriam adicionadas, o que inclui até mesmo um modo Battle Royale. Tendência atual no mercado de jogos por conta, principalmente, de títulos como Fortnite e PlayerUnknown’s Battlegrounds, esse formato coloca dezenas de jogadores em uma arena, na qual eles devem buscar recursos e armas, sagrando como campeão o último a sobreviver.

Esse trabalho, inclusive, estaria nas mãos da Raven Software, que já desenvolveu outros jogos da franquia, incluindo uma versão totalmente online, free-to-play e focada no mercado chinês. Ela, também, estaria por trás de uma remasterização de Call of Duty: Modern Warfare 2, que viria atrelada à Black Ops 4 e, na visão da Activision, pode servir como a compensação para a ausência de uma campanha tradicional no jogo.

Por enquanto, porém, a distribuidora não confirmou oficialmente as informações. O novo título de uma das principais franquias de jogos de tiro do mundo deve ser anunciado no dia 17 de maio, quando saberemos mais sobre a nova faceta de Call of Duty, com ou sem uma campanha single-player tradicional.

Fonte: Polygon, Charlie Intel

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.