5 bons games de terror baseados em filmes

5 bons games de terror baseados em filmes

Por Felipe Demartini | Editado por Bruna Penilhas | 11 de Maio de 2022 às 21h00
Canaltech

Nada melhor do que assistir à bons filmes de terror para celebrar este que é um dos principais gêneros do entretenimento. Especialmente se forem os clássicos, com Alien, Jason, Freddy Krueger e Predador caçando vítimas inocentes, enquanto nomes como Ellen Ripley, Ash Williams e Laurie Strode lutam como podem para sobreviverem.

Entre a matança e a violência, é claro que os games beberam muito dessa fonte. Afinal de contas, como não imaginar que a mistura entre personagens clássicos, cenas icônicas e uma bela dose de tensão não daria um jogo dos bons. Nem sempre foi assim, mas felizmente, nos tempos recentes, temos algumas opções que misturam tudo isso, incluindo lançamentos recentes. Confira a seguir cinco bons games de terror baseados em filmes clássicos do gênero.

5. Evil Dead: The Game

O mais recente expoente desta lista chegou para consoles e PC em 13 de maio de 2022. Seguindo a lógica de outros games recentes, temos aqui um multiplayer PvP (jogador contra jogador), no qual um lado controla um grupo de sobreviventes baseados nos diferentes filmes e na série da franquia clássica; enquanto do outro, estão os demônios e possuídos que nasceram a partir da leitura do Necronomicon, o livro dos mortos.

Evil Dead foi criado por Sam Raimi e tem Bruce Campbell (Ash Vs. Evil Dead) no papel principal de Ash Williams, o astro deste título que também é dublado pelo ator original. Cenários dos três filmes, assim como do recente seriado, também aparecem aqui, em um show de referências que deve tornar o game online interessante para os fãs de longa data, ao mesmo tempo em que apresenta um dos grandes nomes do horror para uma nova audiência.

Não é, nem de longe, a primeira vez que a saga aparece nos games, entretanto. Evil Dead, também conhecido no Brasil como Uma Noite Alucinante, tem uma longa lista de títulos desde o primeiro PlayStation, com alguns focados no survival horror que remete a Resident Evil e outros mais voltados para a ação aos moldes de God of War, por exemplo. Vale ainda prestar atenção nas tramas, que tentam continuar a série de filmes que parou em 1992 e vive à beira de ganhar uma continuação, mas sem nenhum lançamento efetivo, sem contar a série veiculada entre 2015 e 2018.

Evil Dead: The Game tem versões para PC, PS4 e Xbox One, com edição para Nintendo Switch também no radar da desenvolvedora Saber Interactive.

4. Friday The 13th: The Game

Uma das series fundamentais do gênero slasher não poderia ganhar um game em outro formato. O título de sobrevivência lançado em 2017 pela IllFonic coloca um jogador na pele do imparável Jason, enquanto outros sete controlam as vítimas em potencial, que devem completar objetivos pelo mapa e sobreviver até o final da partida.

Friday The 13th: The Game também veio como uma homenagem a toda a série de horror, trazendo diferentes versões do assassino Jason, algumas de suas vítimas e cenários baseados em nas sequências. A trilha sonora é de Harry Manfredini (A Casa do Espanto), responsável pelas músicas do filme que deu origem à franquia.

Devido a questões contratuais, os servidores públicos de Friday The 13th: The Game foram fechados em novembro de 2020, mas o modo multiplayer segue ativo na conexão direta entre os jogadores, que se reúnem em comunidades para a marcação de partidas. Jason não é figura muito comum nos games, tendo aparecido, antes deste, apenas em títulos lançados nos anos 1980 para PC e NES.

Friday The 13th: The Game está disponível para PC, PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch e PC.

3. Alien: Isolation

Considerado por muitos como o melhor game baseado em filme de terror já feito, o título da Creative Assembly foi capaz de trazer toda a tensão de ser perseguido por um xenomorfo ao mundo virtual. Afinal de contas, o que dizer de uma criatura que não somente é feroz e mortal, mas também plenamente capaz de entender o estilo de jogo do usuário, tentando prever seus movimentos e, principalmente, onde ele vai se esconder?

Alien: Isolation continua a trama do primeiro filme, com Amanda Ripley, filha da protagonista Ellen Ripley (Sigourney Weaver), em busca de informações sobre o paradeiro da mãe, desaparecida 15 anos antes. O foco está na furtividade, enquanto Amanda explora a estação espacial Sevastopol e vê, bem de perto, quem foi o responsável por dizimar a Nostromo, onde Ellen estava.

De todos os filmes de horror citados aqui, Alien talvez seja o que mais rendeu títulos desde os anos 1980. Entre fliperamas e consoles domésticos, são quase 40 títulos para todas as gerações de plataformas, com destaque para o FPS Alien Trilogy (PlayStation) e Alien 3 (Super Nintendo), sem falar nos crossovers com a série Predador que geraram clássicos da luta nos arcades e SNES.

Alien: Isolation está disponível para PlayStation 3, Xbox 360, PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch e PC.

2. The Thing

Também com a intenção de servir como uma continuação para o filme de 1982, de John Carpenter (Halloween), a versão jogável de O Enigma do Outro Mundo nos leva de volta à base no ártico, onde devemos descobrir o que aconteceu com a equipe de pesquisas que desapareceu por lá. É claro que não vai ser fácil, já que, como quem viu o longa sabe, o local está tomado por criaturas alienígenas assassinas.

The Thing segue o estilo clássico dos shooters em terceira pessoa do começo dos anos 2000, investindo tanto na coleta de armas e economia de recursos quanto na exploração de cenários. Os diferenciais eram uma inteligência artificial para os personagens não jogáveis, que podiam ajudar o protagonista ou não de acordo com as atitudes dele, e um sistema de infecção que selava o destino deles.

The Thing foi lançado em 2002 e tem versões PC, Xbox e PlayStation 2. O Enigma do Outro Mundo não recebeu novas adaptações interativas, mas quem tem saudade da franquia também pode jogar Resident Evil 4, que tem um rol de monstros altamente inspirado no clássico do terror.

1. Saw

É claro que uma série baseada em enigmas e na ideia de ser, por si só, um jogo, não poderia ficar de fora do mundo dos games. A adaptação de Jogos Mortais chegou em 2009 pelas mãos da Konami, como forma de continuar a história do cinema, com o jogador entrando em contato direto com o assassino Jigsaw e, claro, com suas armadilhas violentas.

Em Saw, controlamos David Tapp, que no cinema é interpretado por Danny Glover (Máquina Mortífera). Ele sobrevive aos eventos do primeiro longa apenas para se ver mais uma vez nas mãos de Jigsaw, que o coloca diante de uma série de novas armadilhas que testam sua ética como policial, assim como a do próprio jogador, que pode fazer escolhas que levam a finais diferentes, mas igualmente terríveis.

Apesar de críticas aos controles, o jogo lançado para PC, PS3 e Xbox 360 foi elogiado, na época do lançamento, pela trama e clima de tensão. O sucesso foi suficiente para que ele ganhasse uma sequência, Saw II: Flesh & Blood, que não conseguimos recomendar aqui de maneira nenhuma.

Menções honrosas

O caráter clássico de muitas franquias do horror faz com que elas estejam sempre presentes no imaginário popular. Sendo assim, mesmo sem títulos próprios, os assassinos, monstros e sobreviventes eventualmente aparecem como convidados especiais em outros títulos, reunindo dois grupos diferentes de fãs com uma bela pitada de nostalgia.

A série Mortal Kombat, nos tempos recentes, é um grande exemplo disso. Depois de trazer Freddy Krueger, de A Hora do Pesadelo, no título de 2011, a NetherRealm Studios pesou a mão no elenco de convidados e trouxe nomes como Alien, Jason, Spawn, Leatherface e Predador para trocar socos e assassinar os competidores clássicos desse torneio.

Muitos dos expoentes dessa lista usam facas como arma preferencial, mas o que aconteceria se eles portassem metralhadoras? Foi o que a Activision tentou explorar em Call of Duty Warzone ao colocar nomes como o Ghostface (Pânico), Frank (Donnie Darko), Leatherface (O Massacre da Serra Elétrica) e Billy the Puppet (Jogos Mortais) como operadores convidados no battle royale.

Por fim, temos um título que bebe diretamente da tradição dos filmes de horror que não poderia deixar de trazer alguns para a festa. Dead by Daylight trouxe Ash Williams (Evil Dead), Laurie Strode (Halloween), David Tapp (Jogos Mortais) e a dupla Steve e Nancy, de Stranger Things, para sobreviverem contra seus antagonistas clássicos como Michael Myers e o Demogorgon. Ainda temos Ghostface e (Pânico) e Leatherface (O Massacre da Serra Elétrica) como assassinos adicionais pagos.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.