10 curiosidades sobre Super Mario Bros para comemorar os 30 anos do game

Por Durval Ramos | 03.09.2015 às 13:31

Você com certeza conhece o Mario. Afinal, o herói gordinho e bigodudo conquistou milhões e milhões de fãs ao longo das últimas três décadas a ponto de se tornar o ícone máximo dos games. E não sem uma boa razão para isso, já que ele traz tudo aquilo que é necessário para fazer um bom jogo.

E é exatamente essa a chave de sua popularidade. Em seus mais variados títulos, a Nintendo consegue introduzir elementos que atraem e conquistam não apenas o jogador mais hardcore como também aquela pessoa que tem apenas um ou outro contato mais superficial com videogames. Tanto que é praticamente impossível encontrar alguém que nunca jogou ou que desconhece a série Super Mario Bros.

É uma jornada de sucesso que começou lá atrás, há 30 anos. Lançado originalmente para NES em 13 de setembro de 1985, Super Mario Bros logo conquistou o mundo e deu origem a uma das franquias mais lucrativas e populares do entretenimento, ajudando a indústria de jogos a se reerguer após a crise de 1983.

Super Mario Bros

Como símbolo desse recomeço, o simpático bigodudo virou sinônimo de videogame e, não por acaso, já acumula mais de 200 aparições em jogos próprios ou participações especiais. Mais do que isso, ele ainda conta com uma série de curiosidades que poucos fãs conhecem. Alguns fatos são bem manjados — como o fato de Super Mario Bros 2 ser, na verdade, uma modificação de outro título —, mas outros são fatos quase que desconhecidos.

E, para homenagear essa figura tão ilustre nesta data mais do que especial, separamos alguns detalhes sobre o herói para mostrar que, na verdade, você não conhece o Mario tão bem quanto acreditava.

De Popeye a Seu Barriga

Você certamente já sabe que a primeira aparição do personagem foi, na verdade, em um game do Donkey Kong de 1981. No entanto, o que pouca gente se lembra é que, na verdade, esse título que virou o primeiro grande sucesso da Nintendo era para ser um jogo do Popeye.

SUper Mario Bros

A empresa estava fazendo um jogo inspirado no desenho animado e a ideia era colocar o vilão Brutus sequestrando a irritante Olivia Palito. Assim, o marinheiro teria que ir resgatar sua namorada enquanto seu rival arremessava objetos para impedi-lo. O problema é que empresa perdeu os direitos sobre o personagem no meio do processo e, para não ter que descartar todo o trabalho feito até ali, eles fizeram algumas transformações.

Foi assim que o brutamontes deu lugar ao Donkey Kong — fortemente influenciado pelo filme King Kong — e o Popeye acabou virando Jumpman.

Aliás, o próprio nome do herói passou por várias transformações. Embora a história do Jumpman seja bastante conhecida, poucos sabem que ele teve outras alcunhas antes disso. Ainda durante o desenvolvimento de Donkey Kong, ele foi conhecido como Mr. Video e Ossan, que pode ser traduzido como "tiozinho" ou "homem de meia idade".

Super Mario 30 anos

O nome Mario foi surgir apenas mais tarde inspirado no dono do imóvel em que ficava o escritório da Nintendo nos Estados Unidos. Mario Segale foi cobrar o aluguel atrasado e a empresa decidiu homenageá-lo em seu game.

A primeira namorada do Mario não é a Peach

Aliás, ainda falando em Donkey Kong, é bem comum ver as pessoas falarem que o macacão sequestrou a Princesa Peach no jogo. No entanto, ela só foi aparecer mesmo em Super Mario Bros, quatro anos mais tarde. Isso significa que o verdadeiro interesse amoroso do bigodudo é outro.

Super Mario

Quando a Nintendo transformou Popeye em um jogo original, a Olivia Palito deu origem a Pauline, inicialmente chamada apenas de Lady. Ela é considerada a primeira namorada do herói e, embora tenha sido ofuscada pela princesa do Reino dos Cogumelos, ainda faz algumas participações em jogos recentes. Ela é figura recorrente na série Mario vs. Donkey Kong e também apareceu no último Super Smash Bros.

Super Mario Bros tem apenas 32 KB

Quando o Super Mario Bros original chegou ao Nintendinho, ele foi uma enorme revolução em termos de jogabilidade e até de visual. Mesmo os seus gráficos 8 bits chamaram a atenção por conta do preciosismo da Nintendo na hora de criar aquele mundo e seus pequenos detalhes. No entanto, todo esse trabalho não ocupava mais do que 32 KB.

Super Mario

Isso mesmo, aquele enorme cartucho do NES era usado para armazenar um jogo que cabia facilmente em um disquete. Apenas para você ter uma ideia, isso é menor do que a grande maioria das imagens que você encontra na internet e infinitamente mais leve que o save de qualquer game recente.

Armado e voador

Diante do sucesso de Donkey Kong, não demorou para que a Nintendo decidisse fazer um jogo protagonizado pelo seu mais novo herói. No entanto, a ideia inicial de Super Mario Bros é bem diferente daquela que todos nós conhecemos. Afinal, você consegue imaginar o bigodudo dando tiros por aí?

Como pode ser visto nas artes conceituais do título, a proposta original era colocar o personagem sobre uma espécie de nuvem voadora na qual ele deveria desviar de projéteis que eram arremessados contra ele. Mais do que isso, Mario ainda usaria um rifle para acertar seus inimigos à distância.

Super Mario 30 anos

Isso faria com que o clássico jogo de plataforma — e que serviria de base para todo um gênero nas décadas seguintes — fosse apenas um jogo de nave como tantos outros que existiam na época. No entanto, a Nintendo voltou atrás e reformulou todo o projeto.

Ainda assim, é possível perceber que algumas dessas ideias foram reaproveitadas, como os próprios inimigos e os blocos, além do próprio visual das fases aéreas.

Super Mario 30 anos

E, como se não bastasse, a transformação para o Super Mario Bros que conhecemos também trouxe algumas propostas bem bizarras que, embora sejam oficiais, são convenientemente ignoradas pela Nintendo. Conforme detalhado no próprio manual do game, a história começa quando os Koopas lançam uma magia negra sobre o Reino dos Cogumelos que faz com que todas as pessoas se transformem em pedras e tijolos — o que significa que você está matando toda a população local a cada salto.

O cogumelo realmente é alucinógeno

Uma das piadas mais recorrentes com Super Mario Bros é a de que o cogumelo que ele usa para crescer é alucinógeno e que tudo não passa de uma viagem psicodélica. E, embora a Nintendo não deixe isso claro em momento algum — até para não incentivar as crianças a caçarem cogumelos mágicos por aí —, a brincadeira tem um fundo de verdade.

Cogumelo

A principal inspiração da empresa para criar o famoso item é o Amanita muscaria, um cogumelo bastante comum no hemisfério norte e cujo visual realmente é bem semelhante àquele visto nos games. O único detalhe é que ele realmente possui propriedades alucinógenas quando ingerido.

Segundo alguns relatos, ele deixa a pessoa tão maluca que dá a sensação de que ela está crescendo — uma referência que todo jogador certamente vai entender.

O Amanita muscaria também aparece em várias ilustrações do livro Alice no País das Maravilhas, que muitos citam como outra inspiração da Nintendo na hora de criar Super Mario Bros, principalmente com a ideia de crescer e diminuir.

Casos de família

Não demorou para que Mario ganhasse uma família e Luigi nasceu exatamente para preencher essa lacuna de irmão mais novo que ocupa o player 2. No entanto, poucos sabem que ele não foi batizado ao acaso a partir de um nome popular na Itália e que há um significado bem maior por trás disso.

Super Mario

No Japão, seu nome é pronunciado como "Ruiji", que também significa "parecido". Em outras palavras, as pessoas que sempre o chamaram de "Mario verde" sempre estiveram certas.

Além disso, outros membros da família começaram a aparecer com o tempo, incluindo o primo malvado do herói. Wario deu as caras pela primeira vez em Super Mario Land 2: Six Golden Coins e também possui um significado maior em seu nome além de ser o inverso do protagonista. Ele foi batizado a partir de um trocadilho com a palavra japonesa "warui", que pode ser traduzido como "malvado" ou mesmo "imoral". E você achando que era apenas uma brincadeira com M e W.

O mesmo acontece com o infame e quase sempre esquecido Waluigi, cuja pronuncia japonesa é "Waruiji" — "warui Luigi", ou Luigi mal.

Uma só voz

Mario só foi ganhar uma voz em 1995 em Mario's Game Gallery, uma coletânea para PCs que trazia uma série de jogos aleatórios com o personagem estampado na capa. E foi aí que Charles Martinet fez sua estreia como dublador oficial do herói.

Super Mario

No entanto, ele logo começou também a interpretar outros habitantes do Reino dos Cogumelos e, atualmente, ele é o responsável pelas vozes de Mario, Luigi, Wario, Waluigi, Baby Mario, Baby Luigi e Todsworth, além de outros personagens menores.

O mais engraçado disso é que, embora seja o dublador oficial da Nintendo, isso não o impede de trabalhar em outros games. Tanto que Martinet já foi o dragão Paarthunax em The Elder Scrolls V: Skyrim.

Existe um Super Mario Pornô — e é da Nintendo

Nem mesmo Mario é capaz de escapar da Regra 34 da internet. Afinal, a lei que diz que "se algo existe, há um pornô sobre isso" também envolve o bigodudo, que já protagonizou, ao lado de seu irmão Luigi, uma paródia pornográfica feita no início dos anos 90.

Até aí, nada de excepcional. O curioso mesmo é que os direitos de Super Hornio Brothers e Super Hornio Brothers II pertencem à Nintendo.

Super Hornio Brothers

Mas calma, isso não quer dizer que a empresa está planejando entrar no mercado do entretenimento adulto. Ela adquiriu os filmes depois de seu lançamento, em 1993, exatamente para impedir que ele continuasse a ser distribuído. Com a popularidade de seus jogos crescendo exponencialmente, ela preferiu comprar algo que jamais iria usar do que correr o risco de ver seu mascote virando uma atração sexual barata.

É claro que, em tempos de internet, é fácil encontrar a infame produção em sites especializados, mas vamos combinar que ninguém merece ver o Ron Jeremy pelado. No fim das contas, a Nintendo nos fez um enorme favor.

Mario, o vilão do Sonic?

Na verdade, essa curiosidade é mais especulativa do que realidade, mas ainda assim vale a pena ser citada. Afinal, e se o Mario for o verdadeiro inimigo de todos os jogos do Sonic?

Voltemos ao início dos anos 90, quando a Nintendo surfava no sucesso de Super Mario Bros e a SEGA tentava trazer um rival à altura da concorrente. Foi aí que nasceu Sonic The Hedgehog, que colocava o ouriço azul para enfrentar as ameaças robóticas do sinistro Dr. Robotnik.

Robotinik

No entanto, você já parou para analisar o visual do vilão? Bigodudo, gordinho e vestindo uma roupa vermelha. A coincidência é tanta que muita gente acredita que ele é realmente uma paródia do Mario, que está sempre ali para atrapalhar a vida do Sonic — e é sempre vencido.

Obviamente, a SEGA nega essa história, mas é sempre legal imaginar que esse tipo de rivalidade existe.

As mutações de Yoshi

Para finalizar, não vamos falar do Mario, mas de seu animal de estimação, veículo e constante sacrifício em saltos arriscados: Yoshi. O dinossaurinho apareceu pela primeira vez em Super Mario World, mas nem sempre ele foi como nós conhecemos.

A ideia original era que ele fosse um Koopa como aqueles que você enfrenta ao longo do jogo. Para isso, o herói iria colocar uma sela sobre seu casco e iria montá-lo pelas fases — o que justificaria as vezes em que ele ganha asas. No entanto, a ideia foi descartada e ele virou uma criatura diferente.

Yoshi

Só que ele fez tanto sucesso em sua estreia que não demorou para ganhar seu jogo próprio. Contudo, antes de Super Mario World 2: Yoshi's Island, outro jogo estava sendo produzido e foi descartado logo de início e foi exatamente a partir desses conceitos e rascunhos que nasceu o jogo Croc: Legend of the Gobbos, lançado em 1997.