Surface Hub 2 é a lousa digital que você queria no seu escritório e nem sabia

Por Ramon de Souza | 17 de Maio de 2018 às 15h30
photo_camera Microsoft

Sem fazer alardes, a Microsoft anunciou recentemente a Surface Hub 2 — a sucessora direta de sua famosa (e caríssima) lousa digital criada para escritórios high-tech. Embora a companhia não tenha divulgado o preço sugerido para o gadget e tampouco uma data específica para que ele passe a ser vendido, o vídeo de apresentação publicado no YouTube é mais do que o suficiente para nos convencer de que o produto é um sonho de consumo para qualquer pessoa apaixonada pela estética sci-fi.

Basicamente, a Surface Hub 2 é uma tela de 50 polegadas que pode tanto ser apoiada em um cavalete próprio (com rodinhas para facilitar o transporte) quanto pendurada na parede. Ela sai de fábrica com uma câmera de alta resolução para a realização de videoconferências, um leitor de impressões digitais para uma autenticação mais segura e uma caneta Stylus especial para você desenhar e escrever na tela sensível ao toque com maior precisão.

Um característica chave da lousa digital é sua capacidade de adaptar a interface do software exibido de acordo com seu posicionamento — é possível girá-la livremente e usá-la tanto na vertical quanto na diagonal. Além disso, a Microsoft agora permite que você alinhe até quatro Hubs 2 para formar um painel ainda maior. Como o gadget possui bordas finíssimas, as emendas se tornam quase imperceptíveis. Isso lhe permite, por exemplo, manter uma conferência, fazer anotações e compartilhar uma tela ao mesmo tempo.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Como dissemos anteriormente, ainda não sabemos quando a Hub 2 estará disponível e quanto ela custará. Porém, vale lembrar que a geração anterior desse dispositivo chegou ao mercado pela bagatela de US$ 9 mil (R$ 33 mil) para a versão de 55 polegadas e US$ 22 mil (R$ 81 mil) para a edição com 84 polegadas. Não é à toa que a Microsoft vendeu apenas 5 mil unidades ao redor do mundo inteiro. Rezemos para que a nova geração seja ligeiramente mais barata.

Fonte: The Next Web

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.