Patente da Xiaomi revela máscara inteligente que coleta dados em tempo real

Por Diego Sousa | 19 de Fevereiro de 2020 às 14h00
Reprodução/Xiaomi
Tudo sobre

Xiaomi

Saiba tudo sobre Xiaomi

Ver mais

Em tempos onde o cuidado com o ar é essencial, as máscaras faciais estão se tornando itens quase que indispensáveis em diversos países - inclusive na China, onde são mais procurados devido à poluição e o surto do Covid-19.

A Xiaomi é uma das fabricantes chinesas que vendem os mais variados tipos de máscaras faciais por lá e, pensando em ampliar seu portfólio para usuários que desejam mais detalhes sobre o ar que respiram, registrou uma patente para as chamadas “máscaras inteligentes”, no Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos (USPTO).

Máscara inteligente coletará dados em tempo real

A nova máscara facial inteligente da Xiaomi será capaz de coletar os dados do ambiente e monitorar as atividades do usuário. Como descreve a patente, a máscara será equipada com um chipset, que atuará em uniformidade com os sensores para coletar as informações reunidas durante o uso.

A máscara também virá com sensores de movimento, como giroscópio e acelerômetro, que ficarão responsáveis por determinar se o usuário está em movimento ou parado, bem como sensores de detecção, para gravar dados como tempo real de uso, absorção da poluição, volume e contagem de respiração, entre outras informações. Além disso, parece que a máscara será capaz de identificar possíveis anormalidades respiratórias e recomendar um método de respiração mais saudável.

Máscara inteligente da Xiaomi será capaz de monitorar o clima e o ar que você respira (Foto: Reprodução/Xiaomi)

Os dados coletados irão para um módulo de armazenamento da própria máscara, mas poderão ser transferidos a outro dispositivo por conexão a cabo. Não foi informado se o dispositivo terá Bluetooth ou Wi-Fi, mas haverá a possibilidade de conectá-lo a um aplicativo, onde será mostrado todos os dados coletados em tempo real, além de fornecer informações sobre o clima e a qualidade do ar da cidade do usuário.

Patente registrada da máscara inteligente da Xiaomi (Foto: Reprodução/Xiaomi)

O filtro de ar padrão é mantido por uma bateria interna, mas a capacidade não foi identificada. Como todos sabem, registro de patente não significa que a empresa lançará tal solução algum dia no mercado. Mas diz aí: você gostaria de ver essa máscara inteligente no mercado? Deixe-nos saber nos comentários.

Fonte: Gizmochina

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.