Echo Dot, da Amazon, já é o dispositivo com Alexa mais vendido do mercado

Por Redação | 13.07.2017 às 07:31

Sabe o Echo, da Amazon, que mescla as funções de speaker com a assistente Alexa? Apesar de o dispositivo ser a referência no que diz respeito aos assistentes caseiros, na verdade quem está no topo das vendas é mesmo o Echo Dot, o irmão mais novo e menorzinho do Echo.

Enquanto o primeiro Echo tem um formato cilíndrico e comprido, com ares de caixinha de som, o Echo Dot foi desenvolvido no formato de um disco, sendo mais discreto e esteticamente atraente do que seu antecessor. E o Dot tem vendido super bem: desde seu lançamento, o gadget se tornou o dispositivo equipado com a Alexa mais vendido da Amazon. O Dot também foi o mais popular nas vendas de Natal de 2016, e repetiu o sucesso no Amazon Prime Day de 2017.

O Echo ao lado do Echo Dot (Reprodução: Divulgação)

Fora o design, outro fator que tem feito do Dot líder nas vendas é seu preço. Enquanto o Echo custa US$ 180, o Google Home sai por US$ 130 e o HomePod, da Apple, custará US$ 349, o Dot pode ser comprado por apenas 50 dólares, sendo que durante a recente promoção relâmpago da Amazon o aparelho custou US$ 35.

Além disso, o Dot conta com speakers de boa qualidade, suficientes para ouvir um podcast enquanto estiver relaxando no sofá com o aparelho posicionado na mesinha de centro, por exemplo. E quem conta com caixas de som mais potentes em casa, pode conectá-las ao aparelho para amplificar ainda mais a qualidade sonora. O speaker inteligente também consegue se conectar a alto-falantes por meio de uma conexão Bluetooth, sem nenhum tipo de cabo.

Sendo assim, a Amazon acertou em cheio ao reduzir o tamanho do Echo e criar um aparelho que é facilmente acomodado em qualquer cantinho, como se ele nem existisse ali, mas oferecendo todas as vantagens da assistente Alexa, que consegue ler seus e-mails, informar as condições do tempo e do trânsito e se tornar uma verdadeira aliada do cotidiano moderno.

Fonte: Wired