Fones de ouvido urBeats3: elegância e conforto para iPhones

photo_camera Leonardo Pavini

O mercado de smartphones mudou muito nos últimos anos, mas retirar a entrada padrão de fones de ouvido (a famosa P2, de 3,5mm) foi uma jogada audaciosa. Isso fez com que modelos como urBeats3 ganhassem vida, e este em específico traz um conector Lightning para ser usado com produtos da Apple. Mas, ainda assim, existe uma versão com conector de 3,5mm.

Se você é usuário de iPhone e procura um fone de ouvido específico para usar apenas com ele, ou com outros dispositivos da Apple, essa versão do fone de ouvido que foi cedida para testes para o Canaltech talvez seja uma boa opção. Mas, assim como outros dispositivos da Apple, toda essa tecnologia tem o seu preço.

É tudo sobre organização

A gente podia começar falando da qualidade dos fones de ouvido para músicas, mas a real é que a organização é um critério importante, também. Primeiro que ele tem o cabo “achatado” ou flat, que dificilmente vai se enroscar e criar aquela bola de fios. E tem mais: a base de cada lado é magnética, o que deixa as duas pontas juntinhas.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Não bastante, na caixa dele tem um case de silicone para deixar os fones sempre num lugar seguro na sua mochila. Eles já demonstraram certa resistência nesses últimos dias, e este é um belo adicional.

Ainda falando sobre a caixa do urBeats3, mais uma vez nos deparamos com a organização. Existem três conjuntos de borrachinhas para encaixar os fones e dois de wingtips, que são espécies de presilhas para deixá-los ainda mais seguros nos seus ouvidos. A variedade, é claro, é por causa dos tamanhos.

Ah, e para os saudosistas, além dos manuais, a Beats também coloca um adesivo dentro da caixa.

Caixa do urBeats3 (Foto: Leonardo Pavini / Canaltech)

Nós não percebemos arranhões nas partes mais sólidas do urBeats3. Os botões de volume e de ação são em plástico, mas são bem firmes. Se você apertar os de volume, vai perceber mais intensidade, enquanto que o do meio é mais suave, mas com pressão regulada e não tão sensível.

Sendo assim, separamos três pontos onde esse fone da Beats manda bem:

  • Resistência: os pontos de torção, normalmente próximos do limite de cada ponta do cabo, são revestidos e não ficam expostos, evitando que eles quebrem com facilidade;
  • Conforto: os fones se encaixam bem e têm regulagem, graças aos acessórios inclusos na caixa;
  • Simplicidade: não há nada chamativo no design do fone, o que é bom para quem quer ser discreto.

Mas o urBeats3 não parece ser um fone ideal para esportes. Se você quer fazer uma caminhada ele pode quebrar um galho, mas em corridas intensas ele pode facilmente sair do ouvido. Ah, e não existe nenhuma certificação contra água para ele.

Como é usar o urBeats3

Outro dia eu estava ouvindo Pink Floyd enquanto caminhava, e notei uma espécie de “novo som” na música Learning to Fly. Eu já ouvi essa música um milhão de vezes e, de fato, não era um som normal, e sim algo que não deveria estar ali. Depois de prestar muita atenção, percebi que existe um ruído quando você anda e gera atrito entre o cabo e a sua roupa.

Normalmente, esse problema tende a acontecer com as músicas pausadas, mas também é perceptível com elas tocando. No começo pode até ser tranquilo e você vai ignorar, mas a longo prazo talvez se torne um incômodo, ainda que pequeno.

Na prática, o urBeats3 manda muito bem com o som mais baixo, sendo consistente e claro, mas sem prejudicar a qualidade do que está sendo ouvido na hora. Quando você eleva isso para os médios, perceberá menos clareza, mas ainda com um equilíbrio legal entre os graves e agudos.

O grande problema fica para os altos. A experiência de uso dele é boa e com qualidade sonora interessante, mas isso é sacrificado com volumes elevados. Isso também dependeria do tipo de música, é claro, mas fica perceptível em qualquer ocasião.

Ele realmente não tem a melhor qualidade sonora do mercado, mas é claro o suficiente para deixar qualquer usuário satisfeito. E, por satisfeito, o resumo da ópera é que ele não entrega uma experiência completa.

Novamente, nós gostamos da intensidade, clareza, nível de grave e nitidez enquanto o volume está entre o baixo, médio e algo só um pouco acima disto. Jogue para os últimos níveis do volume e sinta o desconforto e uma música que não destaca elementos importantes da melodia.

Experiência de uso do urBeats3 (Foto: Leonardo Pavini / Canaltech)

Mas, e aí, vale a pena?

Se nos perguntarem se o urBeats3 é um bom fone, a resposta seria "sim", sem sombra de dúvidas. Ele tem boa qualidade, apesar dos altos serem desconfortáveis; tem opções de ajuste para as partes de silicone e é refinado, com visual limpo e resistente.

Além dessa versão com o conector Lightning, existe outra com ponta P2. Ambos são vendidos por R$ 599 no site da Apple nas cores preto, prata fosco e ouro fosco (que foi a testada por nós). E esse é um outro ponto onde o urBeats3 acaba realmente perdendo a vantagem: ele é muito bom, porém caro demais para o que oferece.

Um exemplo claro é a falta de certificação contra água ou respingos, mas como este não é um modelo específico para esportes esse público deve estar de olho em outros modelos.

No fim do dia, o urBeats3 pode ser o seu próximo fone, se você estiver disposto a pagar o valor cobrado por ele. Tudo bem que no mercado facilmente você vai encontrar opções na faixa dos R$ 200 com qualidade sonora semelhante, mas sem o apelo na construção.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.