No Heroes Here e Frostpunk levam principais prêmios do BIG 2018

Por Wagner Wakka | 29 de Junho de 2018 às 15h44

O Brazil’s Independent Games Festival anunciou na noite de sexta-feira (29) os vencedores da edição 2018. O melhor jogo da feira ficou para Frostpunk, criado pelo estúdio polonês 11 Bit Studios. Em relação ao Brasil, o destaque vai para No Heroes Here, do estúdio Mad Mimic Interactive, de São Paulo, que não só faturou o título de melhor game brasileiro, mas também venceu na categoria voto popular.

A lista de vencedores ainda inclui o francês Dead Cells, como Melhor Gameplay e o brasileiro Fofuu, como Melhor Jogo Infantil, categoria estreante do evento. Ao todo, foram 54 finalistas nas categorias, com 18 games brasileiros.

Com dois dos principais prêmios, a Mad Mimic foi a grande vencedora da noite. “Eu acho que foi o caráter de cooperação que fez do game tão cativante para que o público votasse em nós. E a ideia é essa mesma, fazer com que as pessoas colaborem e joguem junto. Então, eu acho que, nesse caso, deu muito certo”, explica Luis Tashiro, integrante da equipe após receber o prêmio.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

No Heroes Here é um jogo em que até quatro pessoas precisam se organizar dentro de uma fortificação para evitar o ataque de hordas inimigas. O projeto foi vencedor do edital da SPCine, iniciativa da capital paulistana para incentivar produções culturais locais, entre elas, os games. O montante investido publicamente foi usado para a reta final de desenvolvimento do jogo em 2017.

Já o desenvolvedor e também responsável por No Heroes Here, Juno Cecil, ressaltou o gostinho de ganhar em casa. “O BIG é um evento do qual eu gosto muito e, poxa, é nossa casa né? Então, tem gosto muito especial receber um prêmio desse. Estou muito feliz”.

A premiação chega exatamente no dia em que o game foi lançado para o Nintendo Switch. “Foi um excelente presente de lançamento”, brinca Tashiro. No Heroes Here foi lançado em 3 de outubro de 2017 para PC e chegou ao PlayStation 4 em 29 de maio de 2018 e, agora, Switch.

Saiba mais: Análise | No Heroes Here tem nível dos melhores party games atuais

Internacional

Frostpunk é um jogo de sobrevivência em que o jogador precisa gerenciar um grupo enfrentando um universo pós-apocalíptico. O game é uma produção da Polônia, país que tem se mostrado cada vez mais fértil para o cenário. “Sem dúvida, o surgimento cada vez maior de jogos no país tem ajudado muito a gente a crescer. Claro, o lançamento de The Witcher também foi um marco para gente”, conta o representante de marketing da 11 Bit Studios, Patrick Grzeszczuk, que veio receber o prêmio.

Patrick Grzeszczuk comemora prêmio de melhor jogo (Foto: Cláudio Rossi/BIG)

O estúdio também fez This War of Mine, game muito sensível que conta a história de guerra sobre a perspectiva de quem sofre com ela: a população comum. O desenvolvimento de Frostpunk começou quatro anos atrás logo depois do título anterior. “Nós começamos a desenvolver o Frostpunk logo depois do lançamento de This War of Mine. Queríamos que fosse um jogo muito maior e havia um medo de que não fôssemos dar conta. Então, é especial este prêmio”, explica Grzeszczuk.

Saiba mais: Análise | Frostpunk e seu mundo de gelo, decisões difíceis e pressão constante

Fofurinhas

Um dos destaques da noite não foi nem um jogo, mas no júri que escolheu o melhor jogo infantil. Como categoria estreante, não houve uma seleção técnica dos indicados, mas jurados ainda mais rigorosos. Foram crianças do Grupo de Apoio à Criança e ao Adolescente com Câncer (Graac) que jogaram todos e escolheram o melhor da feira. O título que caiu no gosto dos pequenos foi FOFUUU, dos brasileiros da Spacefrog. O jogo trabalha técnicas de fonoaudiologia com o os pequenos de forma divertida, como foi comprovado pelo próprio júri mirim.

Premiação

Ao todo, foram distribuídos R$ 45 mil em prêmios, divididos nas categorias: Melhor Jogo (R$ 10 mil), Melhor Jogo Brasileiro (R$ 10 mil), Melhor Jogo da América Latina (R$ 10 mil), BIG Impact: Categoria Educacional (R$ 5 mil, patrocinado pela Dow Chemicals), e Melhor Jogo VR (R$ 5 mil). Os outros R$ 5 mil foram para o game eleito pelos visitantes do evento na categoria Voto Popular.

Já para o BIG Starter, foram direcionados R$ 40 mil do BNDES, divididos em duas categorias, educacional e entretenimento, com metade do montante cada.

Na direita, Patrícia Zendon, gerente de pesquisa do BNDS, entrega prêmio para estúdio Nebulosa (Foto: Cláudio Rossi/BIG)

Veja a lista completa dos vencedores:

Melhor Jogo
VENCEDOR: Frostpunk (11bit Studios), da Polônia
Comentário do Júri Internacional:
“Seu gameplay inteligente alcança um novo marco ao combinar estratégia, conexão emocional e fantástico visual artístico."


Melhor Jogo Brasileiro e Melhor Jogo Voto Popular
VENCEDOR: No Heroes Here (Mad Mimic Interactive), do Brasil
Comentário do Júri Internacional:
"Amizades frenéticas e gameplay caótico. É isso que um couch co-op tem que ser."


Melhor Jogo da América Latina
VENCEDOR: Iron Marines (Ironhide Game Studio), do Uruguai
Comentário do Júri Internacional:
“A grande conquista de perfeitamente traduzir um RTS para mobile."


Melhor Gameplay
VENCEDOR: Dead Cells (Motion Twin),da França
Comentário do Júri Internacional:
"Mecânicas inovadoras combinadas com direção de arte linda chamam a atenção até daqueles que nunca ouviram falar do gênero metroidvania."


Melhor Multiplayer
VENCEDOR: Muddledash (Slampunks), do Reino Unido
Comentário do Júri Internacional:
"Uma reimaginação única, acessível e muito fofa do gênero de corrida."


Melhor Jogo Infantil
VENCEDOR: FOFUUU (Spacefrog) do Brasil
Comentário do Júri:
"Um game que coloca empatia e diversão em fonoaudiologia."


Melhor Jogo BIG Brands
VENCEDOR: PSG FOOTBALL FREESTYLE (Hermit Crab Studio), do Brasil
Cliente: Paris Saint-Germain (PSG Football Club)
Comentário do Júri: "Jogo que explora o tema do futebol de maneira bastante interessante, com jogabilidade desafiadora e conceito visual dinâmico. PSG Football Freestyle entrega uma boa experiência casual e valoriza a marca do cliente."


BIG Impact – Educacional
VENCEDOR: MARVELLOUS INC (Marvellous Soft), do Brasil
Comentário do Júri:
"Introduz os jogadores ao mundo da lógica de programação, alcançando uma experiência sólida e engajadora."   


BIG Impact – Questões Sociais
VENCEDOR: Lenin The Lion (Lornyon), do Brasil
Comentário do Júri Internacional:
"Lenin the Lion lida com uma importante e complexa questão social como a depressão através de gameplay simples e cativante."


Melhor Jogo de Realidade Virtual
VENCEDOR: Luna (Funomena LLC), dos Estados Unidos
Comentário do Júri Internacional:
"Um exuberante playground imersivo que é perfeito para VR."


Melhor Arte
VENCEDOR: CHUCHEL (Amanita Design), da República Tcheca
Comentário do Júri Internacional:
"É como estar em um programa de criança, impossível não sorrir."


Melhor Narrativa
VENCEDOR: Where The Water Tastes Like Wine (Dim Bulb Games), dos Estados Unidos
Comentário do Júri Internacional:
"Uma façanha narrativa. Um time colaborativo de 21 escritores uniu forças para construir essa coesa coleção de fábulas interativas."


Inovação
VENCEDOR: Haimrik (Below The Game), da Colômbia
Comentário do Júri Internacional:
"Inovação é a palavra. Literalmente."


Melhor Som
VENCEDOR: Rhythm Doctor (7th Beat Games), do Peru
Comentário do Júri Internacional:
"Faz seu coração bater."


Melhor Jogo de Estudante
VENCEDOR : Motif (Yeta Gamefrost), Turquia
Comentário do Júri Internacional:
"Um caleidoscópio de diversão geométrica".


Menção Honrosa – Melhor Jogo de Estudante Brasileiro
VENCEDOR: WILD GLORY (LAJE Studios e Manalith Studios), da PUC-PR
Comentário do Júri:
"Um frenético multiplayer competitivo em que personagens carismáticas se degladiam diante de um público fanático. A diversão é garantida, mas tome cuidado para não perder suas amizades."


BIG Starter – Melhor Jogo Educacional ou de Impacto Social
VENCEDOR: Mompas (Studio Nebulosa)
Comentário do Júri:
"Divertido, educativo e competitivo. Leva em conta os conhecimentos individuais."


BIG Starter – Melhor Jogo de Entretenimento
VENCEDOR: One Beat Min (PixJuice)
Comentário do Júri: "Proposta diferenciada com estética singular e potencial de público."

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.