Google I/O 2016: Allo e Duo são os novos apps de mensagem e vídeo do Google

Por Redação | 18.05.2016 às 15:33 - atualizado em 18.05.2016 às 21:12
photo_camera Divulgação

O Google lançou nesta quarta-feira (18) dois aplicativos de conversação de texto e vídeo que misturam as principais funções de outras ferramentas similares, como WhatsApp e Snapchat. Segundo a companhia, os apps foram feitos para mostrar como a comunicação em tempo real é importante no nosso dia a dia.

O primeiro aplicativo se chama Allo. Ele funciona assim como o Messenger e o WhatsApp (ambos do Facebook), oferecendo suporte a emojis e sticks. Entre seus diferenciais está a possibilidade de dar zoom nos conteúdos ao segurar o botão de enviar e fazer marcações e rabiscos nas fotos enviadas dentro do app.

Ele também é capaz de sugerir respostas automáticas baseadas nas suas atividades ou naquilo enviado dentro da conversa. Por exemplo, se um amigo o convidar para um jantar e você estiver ocupado, o próprio app vai exibir na tela a opção "estou ocupado", que por sua vez poderá ser enviada automaticamente. Se receber a foto de um cachorro, o app então sugere respostas como "cachorro fofinho" e "cão de montanha bernese" (se referindo à raça do animal da imagem).

Com o Allo, o Google quer tornar as conversas mais inteligentes e fáceis do que em outros mensageiros, sem abandonar o máximo de informações disponíveis que o usuário pode ter acesso. Logo, o mecanismo de busca da empresa, já integrado ao recém-anunciado Google Assistent, também pode fazer buscas dentro das conversas. Além disso, o Allo entra para o time de aplicativos com os chamados "chat bots", desenvolvidos atualmente por outras empresas de tecnologia, como a Microsoft e o Facebook.

Pensando na segurança dos usuários, o Google confirmou que todas as mensagens enviadas pelo Allo são criptografadas em end-to-end; ou seja, só os participantes da conversa têm acesso. As notificações também são privadas e, caso você delete uma conversa, ela e todo o seu conteúdo são apagados para sempre.

Enquanto isso, no campo dos vídeos, a gigante de Mountain View anunciou o Duo, que serve para videochamadas. A grande sacada do Google é que o Duo também funciona em conexões mais lentas, o que permite que os usuários conversem com seus amigos e familiares mesmo usando planos abaixo da média de velocidade da internet móvel.

Um dos recursos do Duo foi ovacionado pela plateia da Google I/O. Toda vez que alguém te ligar pelo app, a imagem das pessoas do outro lado vão aparecer antes mesmo de você atender a chamada. Na demonstração, o engenheiro Erik Kay foi notificado de que suas filhas queriam falar com ele no meio da apresentação — ele atendeu e conseguiu vê-las antes de aceitar a ligação.

Assim como o Allo, o Duo funciona em criptografia. Ele utiliza o protocolo QUIC, desenvolvido pelo próprio Google.

A empresa destacou que seus novos aplicativos não chegam para substituir o Hangouts, pois eles vão coexistir — pelo menos inicialmente. O Allo e o Duo estarão disponíveis até o final do ano em versões para Android e iOS.

Atualização: de acordo com o Google, Allo e Duo estarão disponíveis em 78 idiomas, incluindo o português. A localização deve chegar ao Brasil em algum momento entre junho e setembro deste ano.