Conferência Brazil at Silicon Valley será 100% online

Por Redação | 05 de Maio de 2020 às 11h41

Começa na próxima semana a edição 2020 da Brazil at Silicon Valley, conferência idealizada por estudantes brasileiros das universidades de Stanford e Berkeley, na Califórnia. Com as mudanças causadas pelo novo coronavírus, a organização do movimento optou por realizar a conferência 100% online. A ideia é continuar gerando impacto por meio de painéis virtuais com speakers que são referência em tecnologia e inovação, discutindo tendências e como aplicá-las para transformar o cenário brasileiro.

“A Brazil at Silicon Valley é mais que uma conferência, é um movimento, uma rede ativa. Queremos ir além das discussões, queremos criar soluções práticas para o desenvolvimento tecnológico do país”, explica Rodrigo Castellari Affonso, co-presidente da conferência.

Serão cinco painéis, realizados todas as quartas-feiras do mês de maio. A audiência convidada para a edição presencial, que seria realizada nos dias 30 e 31 de março, em Mountain View, na Califórnia, poderá participar das videoconferências e interagir com os speakers e moderadores. A BSV Digital será transmitida também pelo canal oficial do movimento, e será aberta a todos.

O primeiro painel será realizado nesta quarta-feira, 6 de maio, às 18h30. Durante os primeiros 30 minutos, a audiência poderá acompanhar a apresentação da consultoria McKinsey, que em parceria com a Brazil at Silicon Valley entrevistou líderes do ecossistema de inovação brasileiro para trazer informações nos campos da economia, inovação, digitalização e empreendedorismo.

Em seguida, a BSV Digital apresenta “Unicórnios Brasileiros: Caminhando para uma nova economia”. Participam da discussão Cesar Carvalho, fundador do Gympass; David Vélez, CEO e fundador do Nubank; Fabrício Bloisi, CEO do iFood e, Vitor Lazarte, CEO e cofundador da Wildlife. O moderador será André Street, cofundador e presidente da Stone.

O segundo painel, que será no dia 13 de maio, vai abordar educação online e filantropia. Os convidados serão Sal Khan, da Khan Academy - uma das ONGs de maior sucesso mundial em conteúdo de qualidade digital sem custos, e Jorge Paulo Lemann, empreendedor, investidor, filantropo e membro do conselho fundador das Fundações Estudar e Lemann, organizações sem fins lucrativos.

A programação completa da BSV Digital será anunciada em breve, no site da conferência: www. brazilatsiliconvalley.com

BSVs.Corona

Além do BSV Digital, a organização da Brazil at Silicon Valley criou a BSVs.Corona (BSV versus Corona) para ajudar projetos sociais diante do cenário causado pela Covid-19 no Brasil. A campanha surgiu para agregar valor e escalar o impacto de iniciativas existentes no Brasil, por meio da rede de pessoas e recursos cultivados pelo movimento.

“A ideia é viabilizar projetos que busquem minimizar os impactos socioeconômicos causados pela Covid-19 no Brasil. Mesmo distantes do país fisicamente, decidimos que era importante contribuir de alguma forma frente a situação tão desafiadora como essa.”, declara Affonso, co-presidente da conferência.

A organização recebeu pedidos de auxílio de 61 projetos e encontrou 33 empresas e pessoas que se disponibilizaram a ajudar. O objetivo agora é avaliar cada um deles e encontrar o “match” perfeito. Entre as possibilidades, há projetos que buscam recursos financeiros e empresas com recurso disponível sem saber a quem destinar; outros precisam de mão de obra, e ainda aqueles que precisam de apoio na comunicação e agências de publicidade que estão com equipe disponíveis para colaborar.

Além disso, membros do movimento Brazil at Silicon Valley apoiam, de forma voluntária, outros três projetos:

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.