Copa 2014: SP ganha caixas eletrônicos que permitem troca de moedas estrangeiras

Por Redação | 27 de Maio de 2014 às 11h25
photo_camera Divulgação

A quase duas semanas da abertura da Copa do Mundo, uma novidade promete facilitar a vida de turistas brasileiros e de outros países que precisarem trocar moedas estrangeiras. Desde a esta segunda-feira (26), entraram em operação as primeiras máquinas de câmbio automático do país, uma alternativa bem mais prática às casas de câmbio. As informações são do G1.

Por enquanto, são dois equipamentos instalados nos shoppings Villa Lobos e Cidade Jardim, ambos na cidade de São Paulo. O dispositivo funciona como um caixa eletrônico comum: basta inserir um cartão de crédito ou débito para a identificação do usuário e efetuar a transação de compra ou venda da moeda escolhida.

Cada operação custará R$ 5. Se o cartão for emitido no Brasil, será preciso fornecer também o CPF. Para cartões emitidos no exterior, não será exigido o documento, mas a cobrança pela identificação via cartão permanece. Mesmo assim, pelo menos neste primeiro momento, ainda será necessário inserir o dinheiro em papel para que o procedimento de troca seja concluído.

Segundo a corretora Graco Exchange, responsável pela implementação do serviço em parceria com a alemã Hess, os aparelhos permitem até 15 tipos de moeda (dólar, real, euro, libra, peso argentino e chileno, dólares canadense, entre outras) por meio de um sistema online. Os aparelhos funcionam 24 horas, embora só possam ser utilizados enquanto os shoppings estiverem abertos, e permitirão a troca do equivalente a US$ 3.000.

Graco Exchange (caixa eletrônico)

(Foto: Graco Exchange/Divulgação)

Outro detalhe é que a tarifa de transação é fixada com o câmbio do dia, mas a companhia vai oferecer uma taxa "atrativa" como forma de desconto para os usuários que aderirem ao sistema. "A comodidade e agilidade de se efetuar a conversão em um equipamento de fácil acesso, funcionando em quatro diferentes línguas e em horário alternativo ao das casas de câmbio tradicionais são os grandes diferenciais desse aparelho", disse Carolina Xavier Gomes, diretora da Graco Exchange.

"Durante a Copa, haverá um grande fluxo na cidade de interessados em trocar moedas estrangeiras por Real e vice-versa", completa a executiva. A empresa ainda afirma que planeja investir cerca de R$ 3 milhões ao longo do ano para a ampliação dos caixas eletrônicos, quando deverão ser instaladas 20 novas máquinas espalhadas pelo Brasil. Segundo o jornal Folha de São Paulo, mais um equipamento de trocas será inaugurado na capital paulista, desta vez no shopping Butantã, em 1º de junho.

Mais notícias sobre a Copa:

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.