Vídeo 4K mostra a Lua exatamente como os astronautas da Apollo 13 a viram

Por Patrícia Gnipper | 08 de Março de 2020 às 18h00
NASA
Tudo sobre

NASA

Saiba tudo sobre NASA

Ver mais

Usando imagens recentemente registradas pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO), a NASA criou um vídeo incrível, em resolução 4K, para mostrar a nós, meros mortais, exatamente o que viram os astronautas da Apollo 13 em 1970 quando passaram pelo lado afastado da Lua — aquele que nunca podemos ver aqui da Terra.

O vídeo começa com a Terra se pondo no horizonte lunar, mostrando logo em seguida um belo nascer do Sol. Nesse período, a equipe da Apollo 13 permaneceu em total escuridão por oito minutos, tempo em que também ficou sem comunicação com os controladores da missão na Terra, justamente porque estavam sobrevoando o outro hemisfério lunar, onde, na época, não havia nenhum satélite de retransmissão para permitir uma comunicação com o nosso planeta.

O vídeo tem pouco mais de dois minutos de duração, pois foi intencionalmente acelerado. A Apollo 13 não orbitou a Lua tão rapidamente assim. Confira abaixo:

Para gerar esse vídeo de tirar o fôlego, a NASA usou fotos tiradas pela sonda orbital, que foram meticulosamente combinadas para, então, criar uma animação. Contudo, ainda que não tenha sido uma filmagem propriamente dita, as imagens são reais.

Apollo 13 escapou por pouco

Vale lembrar que a Apollo 13 não conseguiu pousar na superfície lunar. Depois de dois dias de viagem, o segundo tanque de oxigênio da nave explodiu, causando falha no primeiro. Isso aconteceu apenas nove minutos depois que os três astronautas a bordo terminaram de gravar um programa de TV mostrando como era o interior da nave, e o quão confortável e divertida estava sendo aquela viagem espacial.

A mais de 320 mil quilômetros de distância, o piloto do módulo de comando enviou a histórica mensagem "Houston, we've had a problem" ao controle da missão — e você pode ouvir este áudio original no Soundcloud da NASA. O painel de controle indicava a perda de duas das três células de combustível, comprometendo a distribuição de eletricidade da nave, e o painel principal também mostrava o quão rapidamente estava se esgotando o estoque de oxigênio. Ou seja: uma tragédia iminente.

Os astronautas da Apollo 13: Fred Haise, Jim Lovell e John Swigert (Foto: NASA)

O apoio dos controladores da NASA em Houston foi fundamental para o retorno em segurança da nave e a sobrevivência de seus três tripulantes — Jim Lovell, John Swigert e Fred Haise. Depois de testes e simulações emergenciais feitas aqui na Terra, os astronautas foram orientados a migar para o módulo lunar (a nave que pousaria na Lua) e, mesmo enfrentando desafios — como frio, fome e sede —, conseguiram usá-lo para voltar para casa, sãos e salvos.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.