Veja nova fotografia de asteroide descoberto há quase 20 anos

Por Daniele Cavalcante | 31 de Agosto de 2020 às 11h37
Gianluca Masi/The Virtual Telescope Project

O Virtual Telescope Project, uma iniciativa que disponibiliza vários telescópios robóticos que podem ser utilizados remotamente pela internet, divulgou nesta sexta-feira (28) uma nova imagem do asteroide (98722) Elenaumberto, quase 20 anos após sua descoberta.

Quem descobriu este asteroide foi ninguém menos que Gianluca Masi, astrônomo e astrofísico italiano, fundador do projeto de telescópios virtuais. Ele já descobriu diversos objetos, como estrelas variáveis, asteroides e pequenos corpos do Sistema Solar.

Esta nova imagem do asteroide é resultado da composição de “cinco exposições de 180 segundos, não filtradas, coletadas remotamente com a unidade robótica ‘Elena’”, de acordo com Masi. O Elenaumberto está indicado com uma seta, enquanto as estrelas ao redor parecem esticadas por causa do movimento aparente delas em relação à lente do Elena, cujo foco estava fixo no asteroide.

Uma curiosidade desta imagem é que o Elenaumberto está bem ao lado do (1197) Rodésia, outro asteroide, descoberto em julho de 1931 pelo astrônomo sul-africano Cyril Jackson, no Observatório da União em Joanesburgo. Ele fica nas regiões externas do cinturão de asteroides e tem aproximadamente 48 km de diâmetro. O Rodésia está logo ao lado superior esquerdo do Elenaumberto.

Imagem: Gianluca Masi/The Virtual Telescope Project

Ao compartilhar a imagem, Masi aproveitou a oportunidade para contar como foi a descoberta do (98722) Elenaumberto, o 14º asteroide que encontrou em Ceccano, Itália. “Observei este asteroide pela primeira vez na noite de 22 de dezembro de 2000 […] Naquela noite, eu estava recuperando minha descoberta mais antiga, [o asteroide] 1999 RL35, em Gêmeos. Poucos arcos de minuto ao Norte, notei um corpo fraco e em movimento”. Masi tirou três fotos do objeto após se certificar de que se tratava de um pequeno corpo, e em uma dessas imagens a rocha apareceu bem perto de uma estrela brilhante.

As condições meteorológicas não era muito favoráveis para se determinar o que Masi acabara de encontrar. Por isso, ele pediu a ajuda de outros observadores — Peter Kusnirak e Jim Roe, que obtiveram imagens do asteroide no dia seguinte para confirmar que se tratava de um objeto ainda não catalogado. Por essa contribuição, eles também recebem crédito pela descoberta.

Poucos anos depois, as observações do Elenaumberto permitiram conhecer bem a órbita do asteroide. Assim, ele ganhou número definitivo em um catálogo astronômico e Masi ganhou o direito de enviar à União Astronômica Internacional uma proposta de nome para o objeto. Em 2006, o Minor Planet Center anunciou oficialmente o nome: 98722 Elenaumberto, descoberto em 22 de dezembro de 2000”.

Hoje, o Virtual Telescope Project criado por Masi ajuda a comunidade internacional a detectar e monitorar o movimento deste e muitos outros asteroides, inclusive os que se aproximam da Terra, entre possibilitar outros tipos de estudos. Mais de 1.000.000 de pessoas observam o céu através dos telescópios robóticos deste projeto.

Fonte: The Virtual Telescope Project

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.