Tubos de lava deveriam ser o foco das explorações presenciais em outros mundos?

Por Danielle Cassita | 14 de Julho de 2020 às 13h19
CNSA/CLEP

Você sabe do que se tratam tubos de lava? Essas formações são semelhantes a um lago congelado: elas ficam mais frias do lado externo e endurecem, enquanto no lado interno continuam líquidas com a lava fluindo, criando um tubo. Essas formações já foram observadas na Terra, Lua e Marte, podendo ter sido o abrigo de formas de vida e até guardar vestígios da formação destes mundos. Essa é a proposta que Sid Perkins, jornalista de ciência, apresenta em seu artigo.

Para Perkins, Marte pode ter abrigado vida em seu passado distante. Só que as condições de sobrevivência na superfície do Planeta Vermelho ficaram desfavoráveis, de modo que as formas de vida precisaram buscar refúgios - como os tubos de lava. "Em Marte e outros lugares, os tubos de lava têm potencial para fazer a diferença entre a vida e a morte", comenta Pascal Lee, pesquisador planetário no Ames Research Center, da NASA.

(Imagem: NASA/JPL/USGS)

Explorar essas estruturas está longe de ser uma tarefa fácil, principalmente em outros mundos; afinal, dificilmente um astronauta aceitaria se aventurar em um tubo de lava em Marte sem saber se seria seguro entrar ali. Nesse caso, a melhor opção seria utilizar robôs, ao menos inicialmente, enquanto a área é toda mapeada sem o envolvimento de pessoas no local.

Laura Kerber, geóloga do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, propõe utilizar um Moon Diver nesse caso, uma espécie de robô composto por um rover e um módulo de pouso, que trabalha com um sistema parecido com rapel. Com isso, seria possível descer o rover ao interior do tubo de lava através de aberturas na superfície do tubo. E, convenhamos: com todo o desenvolvimento de tecnologias que estão por vir, é provável que ainda vejamos missões destinadas a explorar os tubos de lava e o que eles guardam.

Por que tubos de lava?

Algumas missões realizadas pela NASA trouxeram, entre outros resultados, a descoberta de tubos de lava em Marte e na Lua. Como já mencionamos, as formações de tubos de lava em Marte podem ter sido o local que formas de vida encontraram para sobreviver às condições brutas do planeta vermelho.

A importância deles não pára por aí. As paredes dos tubos de lava podem ainda guardar diversos tipos de evidências da história do mundo onde estão - evidências que, possivelmente, não poderiam ser obtidas de outro jeito. Pode ser que as paredes de tais tubos contenham evidências de períodos remotos em que a lava fluía por ali, épocas de impactos de meteoros e muito mais.

E não pense que isso se restringe à história da Lua ou Marte: eles têm potencial para conter informações valiosas sobre a história da Terra também. Nosso planeta é bastante ativo em termos geológicos. Com toda a atividade geológica e erosão que ocorrem, muitas evidências antigas foram perdidas. Por isso, se os tubos de lava da Lua tiverem evidências concretas de períodos de impactos de meteoro, aquele local poderá ser datado pelos pesquisadores. Com isso, seria possível concluir que o mesmo ocorreu na Terra, em uma época semelhante.

Fonte: Universe Today

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.