Tesla Roadster vai além da órbita de Marte, rumo ao cinturão de asteroides

Por Redação | 07 de Fevereiro de 2018 às 12h31
photo_camera Reprodução: Tesla
Tudo sobre

Tesla

Nesta terça-feira (6), Elon Musk finalmente realizou seu sonho de enviar um Tesla Roadster para o espaço com o sucesso do lançamento da Falcon Heavy, que ocorreu às 18h45, horário de Brasília, na base de Cabo Canaveral, nos EUA.

A missão espacial tinha como objetivo colocar o automóvel em direção à órbita de Marte, no entanto o foguete superou as expectativas e impulsionou o Tesla Roadster um pouco além, colocando o veículo em direção à região conhecida como cinturão de asteroides, situada entre as órbitas de Marte e Júpiter.

"Terceira queima bem-sucedida. [O foguete] excedeu a órbita de Marte e continuou indo para o cinturão de asteroides"

Apesar de o tweet de Musk exibir um mapa com a possível rota do Tesla Roadster, ainda não há como concluir qual será o seu destino, tampouco há chances de o veículo entrar em colisão com asteroides ou outros corpos celestes.

Para deixar a experiência ainda mais interessante, foi colocado um traje espacial, apelidado carinhosamente de "Starman", no assento de motorista do Tesla Roadster, bem como câmeras para registrar o momento em que o carro começa a "viajar" pelo espaço. Confira o vídeo a seguir:

De qualquer forma, o principal objetivo do primeiro lançamento do Falcon Heavy ao espaço foi alcançando com maestria, uma vez que a missão tinha como finalidade demonstrar o poder de propulsão do foguete e a capacidade de transportar 66 toneladas de carga para o espaço.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.