Sonda japonesa vai começar a minerar asteroide Ryugu no dia 22 de fevereiro

Sonda japonesa vai começar a minerar asteroide Ryugu no dia 22 de fevereiro

Por Patrícia Gnipper | 06 de Fevereiro de 2019 às 17h40
JAXA

Lançada pela JAXA (a agência espacial japonesa) com destino ao asteroide Ryugu, a sonda Hayabusa-2 chegou a seu destino no ano passado, depois de quase quatro anos de jornada, com o objetivo principal de coletar amostras do objeto e trazê-las para estudos na Terra. Para isso, explosivos serão disparados para que amostras de solo mais profundas sejam coletadas, e essa mineração já vai começar no dia 22 de fevereiro.

A sonda esteve na órbita do asteroide mapeando sua superfície até escolher o local de pouso ideal para seus dois robôs, o que aconteceu em setembro e outubro do ano passado, com os robôs já enviando algumas imagens inéditas da superfície do asteroide. No dia 22, a própria sonda deixará a órbita do objeto e aterrissará em sua superfície para, enfim, começar a coleta de amostras.

Ryugu é composto por níquel, ferro, cobalto, água, nitrogênio, hidrogênio e amônia, sendo, portanto, um alvo primordial para que cientistas consigam desvendar mistérios da formação do Sistema Solar, e também um ótimo objeto de estudo para uma futura, e talvez inevitável, exploração comercial de asteroides. Asteroides são remanescentes de colisões que remetem às origens de nosso sistema estelar, e Ryugu foi formado há aproximadamente 4,6 bilhões de anos.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A Hayabusa-2 deverá retornar à Terra com as amostras coletadas do asteroide no final de 2020.

Fonte: Engadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.