NASA e Autodesk criam conceito de aterrissagem baseado em pernas de insetos

Por Wagner Wakka | 15 de Novembro de 2018 às 10h25
Autodesk
Tudo sobre

NASA

Saiba tudo sobre NASA

Ver mais

A NASA está sempre buscando novos formatos de veículos que acredite ser melhor para viajar a planetas distantes. A agência está criando em parceria com a empresa de software Autodesk um protótipo de rover para ser enviado às luas de Saturno e Júpiter.

Nesta quarta-feira (14), a Autodesk apresentou o conceito da tecnologia que poderá ajudar veículos a aterrissarem de forma mais segura em outros planetas e luas. Segundo o diretor de pesquisas industriais da Autodesk, Mark Davis, não foi fácil convencer a NASA a usar sua tecnologia. A empresa trabalha com softwares especializados em projetos 3D, para engenheiros e designers. Ela criou toda uma gama de ferramentas para que a NASA pudesse levar adiante a ideia. “Se eles puderem melhorar o desempenho em 10%, basicamente não estão interessados. Se nós conseguíssemos entregar ferramentas para ajudá-los a alcançar um aumento de desempenho de 30% ou mais, então, nós teríamos a atenção deles”, explica Davis.

O conceito tem uma carcaça metálica e uma ergonomia de cerca de 2,4 metros. Com as quatro pernas parecidas com as de insetos, ele consegue subir até 90 centímetros do chão. Isso pode ajudar cientistas não só a usarem equipamentos de forma mais leve, bem como pode permitir que um veículo, no futuro, caminhe por um terreno que não é essencialmente plano.

Projeto foi feito em parceria com Autodesk (Foto: Divulgação/Autodesk)

O projeto será enviado na próxima semana até a Estação Espacial Internacional junto com mantimentos para os astronautas e outros produtos que serão testados, como equipamentos de impressoras 3D e itens de reciclagem para testes no espaço.

O lançamento será feito com o veículo Northrop Grumman Cygnus, agendado para ser lançado no meio de novembro. A espaçonave também vai levar equipamentos para que cientistas possam tentar criar cristais que podem ajudar a combater o Mal de Parkinson.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.