NASA começa a testar cinco protótipos de habitats para estação lunar Gateway

Por Patrícia Gnipper | 10 de Abril de 2019 às 19h00
Boeing
Tudo sobre

NASA

Saiba tudo sobre NASA

Ver mais

Como parte dos planos dos Estados Unidos de estabelecer uma presença constante no ambiente lunar a partir da próxima década, está a estação espacial Lunar Gateway, que ficará posicionada na órbita da Lua tal qual a Estação Espacial Internacional fica na órbita da Terra. Agora, a NASA revelou que já está começando os testes com cinco protótipos de habitats para a Gateway, elaborados por empresas privadas.

Os projetos mostram diferentes perspectivas sobre a maneira como os astronautas viverão e trabalharão na estação lunar, esta que será a primeira nave projetada para se manter na órbita da Lua. Vale ressaltar que as propostas dos habitats servem para que a agência espacial faça testes em campo, considerando as ideias sugeridas, para que depois o projeto verdadeiro seja desenvolvido.

"Esses testes foram formulados para que possamos fazer uma comparação lado a lado de conceitos muito diferentes e inovadores. Embora não ditamos um design específico, entraremos na fase de aquisição com menos riscos, devido ao conhecimento que obteremos com tais testes", explicou Marshall Smith, líder do programa de exploração humana na Lua da NASA.

Além das cinco empresas privadas com projetos que já estão em testes (Lockheed Martin, Northrop Grumman, Boeing, Sierra Nevada Corporation e Bigelow Aerospace), a NASA também ressaltou o esboço de estudo conceitual da NanoRacks. Abaixo, você confere alguns detalhes de cada projeto, com todos eles incluindo sistemas de suporte à vida, sistemas de controle ambiental, dormitórios, banheiros, e mais.

Habitat da Lockheed Martin

(Imagem: Lockheed Martin)

Em testes no Kennedy Space Center, o design da Lockheed Martin considera o uso da cápsula Orion, da NASA, que levará astronautas à Lua e também à estação Gateway. O design combina prototipagem de hardware e simulação de software durante o teste, concentrando-se em como a logística poderia ajudar a beneficiar as atividades dos astronautas por lá.

Habitat da Northrop Grumman

(Imagem: Northrop Grumman)

Em testes no Johnson Space Center, o design da Northrop Grumman considera o uso da nave Cygnus, que voou pela primeira vez há seis anos e serve para o transporte de suprimentos.

Habitat da Boeing

(Imagem: Boeing)

Em testes no Marshall Space Flight Center, o projeto da Boeing enfatiza os elementos de design da estação Gateway.

Habitat da Sierra Nevada Corporation

(Imagem: Sierra Nevada Corporation)

Em testes no Johnson Space Center, o protótipo da Sierra Nevada Corporation apresenta um habitat expansível, com uma configuração final capaz de fornecer um espaço maior para os astronautas quando necessário, num total de três andares de áreas de convivência.

Habitat da Bigelow Aerospace

(Imagem: Bigelow Aerospace)

Em testes na sede da companhia em Las Vegas, o design de habitat da Bigelow Aerospace mostra um módulo expansível similar ao da Sierra Nevada Corporation — contudo, vale lembrar que a Bigelow já levou um módulo expansível do tipo para a Estação Espacial Internacional há quatro anos, onde se tornou uma unidade de armazenamento.

Habitat da NanoRacks

(Imagem: NanoRacks)

Este projeto não está em testes, mas mostra um estudo de conceito bacana. A ideia é maximizar o volume habitável para os astronautas.

Fonte: NASA

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.