Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Missão da NASA que vai desvendar sinais de rádio vindos do Sol é lançada

Por| Editado por Luciana Zaramela | 10 de Julho de 2024 às 10h06

Link copiado!

NASA/Goddard Space Flight Center
NASA/Goddard Space Flight Center

O foguete Ariane 6 voou pela primeira vez na terça (9), levando ao espaço uma série de experimentos — entre eles, estava a missão CURIE, sigla de CubeSat Radio Interferometry Experiment (ou CubeSat de Experimento de Interferometria de Rádio, em tradução livre). Nosso Sol está emitindo sinais de rádio misteriosos, e a missão vai ajudar a NASA a descobrir de onde vêm. 

Para isso, a missão conta com dois pequenos satélites. Quando chegarem às suas respectivas órbitas, eles vão se separar, ficando a 3,2 km de distância entre si. Então, assim que o Sol emitir alguma onda de rádio, a dupla de satélites pode determinar sua origem por meio das diferenças pequenas, mas existentes, no tempo que levou para os sinais chegarem aos instrumentos. 

Os satélites da missão foram projetados por pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, e vão coletar medidas de ondas de rádio de 0,1 a 19 megahertz. Estes comprimentos de onda são bloqueados pela atmosfera da Terra, ou seja, a pesquisa só pode ser realizada no espaço. 

Continua após a publicidade

As ondas de rádio em questão não são um fenômeno desconhecido: na verdade, foram identificadas pela primeira vez há algumas décadas. Os cientistas já sabem que elas vêm das explosões solares e das ejeções de massa coronal, que são erupções gigantes que ocorrem no Sol. No entanto, o que não se sabe é a origem exata das ondas de rádio quando estes fenômenos ocorrem. 

"Essa é uma missão muito ambiciosa e muito empolgante", comentou David Sundkvist, o pesquisador principal da missão. "É a primeira vez que alguém voa com um interferômetro de rádio no espaço de forma controlada e, portanto, é um precursor para a radioastronomia em geral”, finalizou.

Fonte: ESA, NASA