Missão BepiColombo vai parar para observar Vênus enquanto ruma a Mercúrio

Por Patrícia Gnipper | 20 de Setembro de 2019 às 14h00
ESA

A primeira missão europeia a enviar uma nave ao planeta Mercúrio é a BepiColombo, lançada em parceria com a agência espacial japonesa em outubro do ano passado. A previsão é que a nave chegue a seu destino final em dezembro de 2025, mas, antes disso, ela vai dar uma paradinha para observar o planeta Vênus, o que vai acontecer pela primeira vez em outubro de 2020.

A ideia da ESA e da JAXA com isso é estudar melhor a densa atmosfera do "planeta infernal", e para isso acontecerão dois sobrevoos. Ainda, esta será uma oportunidade perfeita para que os controladores da missão verifiquem a precisão dos instrumentos a bordo da nave, que carrega consigo dois orbitadores (o MPO, da ESA, e o MMO, da JAXA), capazes de capturar imagens e fazer medições científicas diversas.

(Imagem: ESA)

Depois deste primeiro encontro com Vênus em 2020, a BepiColombo fará um segundo sobrevoo por lá em agosto de 2021 e, a partir daí, a nave pegará velocidade com o impulso gravitacional do planeta para, aí sim, seguir seu caminho rumo a Mercúrio. Em Vênus, oito dos onze instrumentos da BepiColombo poderão ser usados; em particular o espectrômetro e o radiômetro infravermelho térmico, que fornecerão perfis de temperatura e densidade do planeta, estudando a composição química e a cobertura de nuvens na atmosfera em uma altitude média.

Esta será a primeira vez em que esse tipo de observação será feita desde a missão soviética Venera 15, que aconteceu em 1983.

(Imagem: ESA)

Fonte: ESA

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.