Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Milhares de estrelas brilham em nova foto do centro da Via Láctea

Por| Editado por Luciana Zaramela | 20 de Fevereiro de 2024 às 10h33

Link copiado!

ESO/F. Nogueras-Lara et al.
ESO/F. Nogueras-Lara et al.

O brilho das milhares de estrelas no centro da Via Láctea foi registrado em uma nova foto do telescópio VLT, do Observatório Europeu do Sul (ESO). O instrumento observou a região Sagittarius C, localizada a 300 anos-luz do buraco negro da nossa galáxia

Segundo informaçõles do ESO, aquela área é uma das regiões de formação estelar mais intensa na Via Láctea. “Entretanto, os astrônomos descobriram apenas uma parte das estrelas jovens que esperavam ali”, ressaltaram. 

Continua após a publicidade

O que se sabe é que ainda mais das estrelas nascidas devem estar no vasto berçário estelar de Sagittarius C. Por outro lado, as vastas nuvens de gás e poeira bloqueiam a luz das estrelas, impedindo que os astrônomos as vejam. É por isso que a nova foto foi feita com a câmera HAWK-I, especialista no infravermelho.

Como os comprimentos de onda da luz visível (aquela que nossos olhos enxergam) têm quase o mesmo tamanho daquele das partículas de poeira, acabam bloqueados. Já a radiação infravermelha tem comprimentos de onda mais longos, que atravessam tais partículas e, assim, as tornam transparentes para as observações. 

O centro da Via Láctea

O coração da nossa galáxia fica a cerca de 25 mil anos-luz da Terra, ou seja, está próximo o suficiente para permitir estudos individuais das estrelas ali com telescópios como o James Webb

Continua após a publicidade

Em um estudo publicado em janeiro, o astrônomo Francisco Nogueras Lara analisou dados da região obtidos com o VLT, e descobriu que Sagittarius C realmente tem mais estrelas jovens do que outras áreas do centro galáctico. Isso significa que estudar regiões parecidas com esta é uma boa forma de encontrar outras estrelas jovens.

Fonte: ESO