Meteoro cruza o céu da Noruega e chama atenção com forte brilho e estrondo

Meteoro cruza o céu da Noruega e chama atenção com forte brilho e estrondo

Por Wyllian Torres | Editado por Patrícia Gnipper | 26 de Julho de 2021 às 17h00
Norwegian Meteor Network

Na madrugada deste domingo (25), um grande e brilhante meteoro cruzou o céu da Noruega, iluminando o sudeste do país com uma poderosa explosão segundos após surgir na atmosfera, além de ter sido avistado em boa parte da Escandinávia. Um bólido, como é chamado este tipo de fenômeno, não é raro, mas especialistas dizem que o grande tamanho deste é incomum.

Ao longo daquele mesmo dia, a Norwegian Meteor Network analisou inúmeros registros em fotos e vídeos para determinar a origem do meteoro e onde teria caído. O pedaço de rocha espacial apareceu pela primeira vez a cerca de 90 km de altitude, ao norte da capital do país, Oslo.

Registro do bólido feito a partir da capital da Noruega, Oslo, pouco antes de explodir (Imagem: Reprodução/Norwegian Meteor Network)

Durante cinco minutos, a bola de fogo percorreu o céu em ao sudeste antes de se desfragmentar em uma grande explosão, 23 km acima do solo. Estima-se que alguns meteoritos (ou seja, pedaços "sobreviventes" da rocha original) tenham caído no chão, na região de Finnemarka, mas, segundo a Norwegian Meteor Network, o caminho exato é difícil de se determinar por conta das condições naturais, como o vento.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Quando um fragmento de rocha espacial adentra a atmosfera terrestre, ele se queima por conta do atrito com o ar durante a queda, dando origem à explosão, no chamado meteoro. Já um pedaço maior consegue atravessar a atmosfera enquanto se queima, com brilho intenso acompanhado de um estrondo — o que chamamos bólido —, e normalmente explode antes de atingir o solo.

Avistamentos de meteoros assim não são incomuns pela Noruega — e a Norwegian Meteor Network segue monitorando continuamente os céus do país.

Fonte: Phys.org, Norwegian Meteor Network

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.