Estação Espacial Internacional vai funcionar até 2030, diz NASA

Estação Espacial Internacional vai funcionar até 2030, diz NASA

Por Wyllian Torres | Editado por Patrícia Gnipper | 03 de Janeiro de 2022 às 10h45
NASA/Roscosmos

As atividades da Estação Espacial Internacional (ISS) serão estendidas até 2030, conforme anunciado pelo administrador da NASA, Bill Nelson. A decisão permitirá uma transição gradual do trabalho desenvolvido na ISS para as futuras estações comerciais até o fim da década.

O anúncio foi dado após a administração Biden-Harris firmar o compromisso de prolongar a vida útil da ISS até 2030 — até então, sua aposentadoria estava prevista para entre 2024 e 2028.

Há mais de 20 anos a ISS é palco de pesquisas e tecnologias inovadoras para a humanidade (Imagem: Reprodução/NASA)

A ISS é um farol de colaboração científica internacional e pacífica, disse Nelson, e há mais de 20 anos tem contribuído com pesquisas e estudos científicos inovadores para a humanidade, além de somar nos aspectos educacionais e tecnológicos.

A estação também é fundamental para desenvolver e avançar nas pesquisas e tecnologias que levarão a primeira mulher a primeira pessoa negra para a Lua através do Programa Artemis. Posteriormente, a ideia é levar humanos a Marte.

Presença contínua no espaço

Há mais de 20 anos, a humanidade mantém sua presença contínua na órbita da Terra. Graças à ISS, novas tecnologias são testadas, pesquisas são conduzidas e surgem novas maneiras de explorar destinos cada vez mais distantes no espaço.

Concepção artística da unidade comercial Starlab da Nanoracks (Imagem: Reprodução/Nanoracks)

Mais de 3.000 investigações científicas, lideradas por mais de 4.200 pesquisadores, já foram conduzidas na estação. Ao longo deste tempo, o desenvolvimento científico, tecnológico e educacional trouxe muitos benefícios a humanidade.

Ainda, a ISS tem instrumentos que, combinados a outras ferramentas na órbita da Terra, ajudam a avaliar a saúde da superfície do planeta, observando a relação entre o carbono com o clima global a longo prazo.

O prolongamento da vida útil da ISS é um dos pontos fundamentais para o plano de transição da estação para unidades orbitais comerciais até o final de 2030 — pelo qual algumas empresas já foram selecionadas pela NASA para apresentarem conceitos de novas estações.

Fonte: NASA

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.