Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Destaque da NASA: retorno de mancha solar perigosa é a imagem do dia

Por| Editado por Luciana Zaramela | 28 de Maio de 2024 às 19h22

Link copiado!

NASA/SDO/AIA
NASA/SDO/AIA

A grande mancha solar que produziu a maior tempestade geomagnética desde 2003 está de volta, e os cientistas estão atentos para acompanhá-la em detalhes nas próximas semanas. O foco nesse acontecimento é evidenciado pela escolha da NASA em destacar imagens da mancha solar em seu site Astronomy Picture of the Day (APOD).

Responsável por auroras polares avermelhadas em várias regiões do planeta, a mancha solar (ou melhor, região de manchas solares) AR3664 retornou ao lado visível do Sol. Isso significa que ela sobreviveu a mais de uma rotação completa de nossa estrela.

Quando foi observada pela primeira vez, a região não era muito grande, embora apresentasse uma complexidade magnética do tipo beta-gama-delta. Em outras palavras, já apresentava potencial de emitir explosões do tipo X, a mais poderosa da classificação usada pelos cientistas.

Continua após a publicidade

A NASA noticiou o retorno da mancha em seu site APOD, com imagens da sonda Solar Dynamics Observatory. O vídeo mostra que a AR3664 já emitiu uma nova erupção enquanto ainda estava surgindo na borda esquerda da estrela.

Com as medições da nova erupção da mancha solar, o evento recebeu classificação de X2.8. Embora esteja na categoria das explosões mais fortes, não é comparável às maiores erupções vistas nos últimos dias. Por outro lado, isso não implica em segurança quando se trata de tempestades geomagnéticas.

Manchas solares atravessam o Sol durante pouco mais de uma semana, mas podem se desfazer antes de completar a volta. Resta aguardar e observar o comportamento da AR3664 nos próximos dias.

Fonte: APOD