Publicidade

Destaque da NASA: aurora na tempestade solar é foto astronômica do dia

Por| Editado por Luciana Zaramela | 16 de Maio de 2024 às 15h02

Link copiado!

Wright Dobbs
Wright Dobbs

Caso você não tenha visto as belas auroras boreais e austrais após a tempestade geomagnética na última semana, não se preocupe, pois o fenômeno está na foto destacada pela NASA nesta quinta (16). A imagem foi capturada por Wright Dobbs e mostra o fenômeno em Georgia, nos Estados Unidos. 

Dobbs fez o clique na sexta (10) antes da meia-noite no horário local. Ele também registrou a Lua crescente no canto superior esquerdo da foto, brilhando em meio às cores da aurora boreal.

“Não acredito no que vi e fotografei há duas noites”, descreveu ele na legenda da publicação. 

Continua após a publicidade

Segundo o fotógrafo, houve um momento em que o brilho da aurora “explodiu”, tornando-a luminosa o suficiente para projetar a sombra dos objetos no solo. 

A luminosidade forte é surpreendente por si só, e o fenômeno fica ainda mais incrível se considerarmos que as auroras costumam acontecer em lugares mais próximos dos polos do planeta. 

Tempestade solar e as auroras

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Georgia não foi o único lugar iluminado por auroras nos últimos dias. O fenômeno foi observado na Europa, nos Estados Unidos, na Nova Zelândia e até na América do Sul, trazendo luzes coloridas incríveis para regiões incomuns após uma tempestade solar extrema

As auroras acontecem quando as partículas eletricamente carregadas vindas do Sol alcançam a atmosfera terrestre e se chocam com os compostos ali, gerando luz. As cores variam de acordo com a altitude e com as moléculas envolvidas no processo.

Desta vez, a principal culpada pelas emissões de partículas é a mancha solar AR 3664. A formação tem quase 15 vezes o tamanho da Terra e sofreu uma série de erupções na semana anterior, lançando partículas em direção ao nosso planeta.

Fonte: APOD